Policia presenta pai suspeito de estuprar a própria filha de 10 anos

A Polícia Civil do Maranhão Através da Superintendência de Polícia Civil do Interior por intermédio da delegacia regional de Rosário-MA em ação conjunta com a delegacia especial da mulher, Realizou na manhã da terça-feira (22), a prisão de Ismael Rodrigues Pestana, de 31 anos, suspeito de cometer estupro contra a sua própria filha menor de dez anos.

De acordo com as investigações, Ismael já vinha cometendo o crime a há um bom tempo Porém, na última sexta-feira (18), a partir de denúncias ao Conselho Tutelar dando conta que o acusado teria novamente cometido o crime chegando a dilacerar as partes íntimas da criança. O suspeito foi apresentado na Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) em São Luís, com a presença do Superintendente da SPCI, Dicival Gonçalves; Delegado da Regional de Rosário, Guilherme Campelo e a delegada da DEM da mesma cidade, Natália Porpino.

Segundo o delegado Guilherme, a prisão do suspeito só foi possível, após um mandado de prisão expedido pela comarca de Rosário e uma eficiente atuação da Delegacia Especial da Mulher que logo após ter conhecimento do crime bárbaro, deu conclusão a prisão.

A reportagem da ASCOM SSP/MA conversou com a delegada Natália Porpino, ocasião em que ela falou que tomou conhecimento através de uma denúncia do conselho tutelar que uma criança estava internada no hospital de Rosário, vítima de estupro, e  defecava pela vagina.

Dra Natália Falou que ao houvir o relato, se deslocou ao hospital tomando o depoimento da criança, que contou com detalhes a ela como ocorreu o estupro praticado pelo seu próprio pai, que logo após o depoimento da vítima, conversou com a irmã da criança, tendo essa falado que acreditava no que a sua filha tinha falado, mas não queria, que seu marido fosse preso, pois ele é quem sustentava a casa, e que ela gostava mais do marido do que das próprias filhas.

Diante dos fatos, a delegada Natália enviou a justiça, pedido de prisão temporária ao acusado, sendo atendida de pronto pela juíza daquela comarca. Diante do mandado de prisão em mãos, enviou ao delegado regional Guilherme Pacheco, para que ele e sua equipe de policias efetivassem  a prisão do acusado e sua remoção para São Luís.

Para o superintende da polícia civil do interior, Dr. Dicival Gonçalves, foi mais uma ação da SPCI através do eficiente trabalho do delegado regional Guilherme Pacheco, e da delgada especial da mulher Natália Porpino, que investigaram e prenderam o acusado.

Falou que é um crime hediondo, inaceitável pela sociedade, devido sua gravidade, onde um pai em uma atitude monstruosa, estuprou a filha de forma tão brutal dilacerando as suas  partes íntimas. Por tanto a Polícia Civil do Maranhão entrou em campo dando uma resposta a sociedade, prendendo esse monstro pra que ele pague conforme a lei por este monstruoso crime que cometeu contra sua filha menor de Dez anos.

Ouvimos o acusado Ismael Rodrigues Pestana, que embora tenha confessado o crime, em interrogatório feito pela delegada Natália, quando perguntamos a ele sobre a autoria do estupro, ele negou dizendo que só teria confessado o crime na delegacia por está nevoso, mas que em momento algum ele praticou o crime, e nem sabe quem teria praticado o estupro contra a sua filha.

O Ismael Rodrigues, foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde deve aguardar as decisões da justiça. Em relação a vítima a delegada Natália informou que foi encaminhada a um hospital da capital, onde irá se submeter  a um procedimento cirúrgico especializado.

                                                

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.