Polícia Civil apreende 166 kg de drogas em São Luís

A Polícia Civil através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), deflagrou uma operação na tarde desta quinta-feira (26), realizada no bairro do Anjo da Guarda, em combate terminantemente contra o tráfico de drogas. Com a ação foi possível tirar de circulação cerca de 100 kg de maconha. Foram presos Robson Pereira Amorim (31), Marcos da Silva Santos (35) e Marcia Suelen Silva Costa (24).

Segundo o superintendente da SEIC, Tiago Bardal, após três meses de investigações realizadas pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado, foi possível identificar que tanto Marcos quanto Robson estavam repassando drogas na capital maranhense. Eles utilizavam um taxi de modelo Corsa Classic, cor branca, de placa NXB 0216, pertencente a Marcos, de modo a querer despistar a polícia.

Robson e Marcos foram presos enquanto faziam a entrega de quatro quilos de drogas para Marcia Costa, na feira do Anjo da Guarda. Vale ressaltar que esta droga é oriunda do estado do Mato Grosso, pertencente a uma facção criminosa.

Os agentes da SEIC após prende-los seguiram até a residência de Robson Pereira, localizada na Travessa João Castelo. Depois de averiguações na casa foi detectado o restante da substancia acondicionadas em uma geladeira. O truque servia para manipular o cheiro forte e não levantar a atenção da vizinhança.

O trio foi autuado em flagrante delito por tráfico de drogas, associação ao tráfico e organização criminosa. Onde foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário.

A droga apreendida foi encaminhada ao Instituto de Criminalística (ICRIM), para realização de perícia.
Mais Apreensão

A Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), logrou êxito na apreensão de 66 kg de maconha encontrada no interior de aparelhos de som no Terminal Rodoviário de São luís. Nesta ação foi preso em flagrante delito Genilson Costa Froes, além da, apreensão de uma adolescente.

A prisão é fruto de denúncis feitas por meio do aplicativo ByZu da Polícia Civil, que resultou nessa ação minuciosa. De acordo com o delegado Marcone Matos, as informações constavam que uma mulher vinha do estado de São Paulo com diversos aparelhos eletrônicos e no seu interior uma grande quantidade de drogas. A equipe montou uma campana para identifica-la, que verificou que se tratava de uma adolescente. Logo em seguida foi efetuada a prisão de Genilson Froes, que pagou um táxi para transporte dos equipamentos para o bairro da Cidade Operária.

Após a apreensão foi constatado que haviam várias peças de entorpecentes no interior de cerca de vinte aparelhos de som.
Genilson Froes foi autuado em flagrante delito. A apreensão da menor foi levada até o conhecimento do Ministério Público, que fazendo direito de seus poderes a internou para cumprir medidas sócio educativas.

O superintendente da SPCC, Armando Pacheco, relatou o brilhante trabalho idealizado pela DRF, no sentido de ações positivas desempenhadas pela equipe; “Já é a segunda apreensão somente no primeiro mês desse ano realizada pela DRF, trabalho excelente”, disse.

Ainda em detalhamento o delegado ressaltou que existe um comando da Delegacia Geral de Polícia Civil de unificar as delegacias de Roubos e Furtos (DRF) e de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV). E o próximo passo é tentar alterar a legislação para que funcione uma delegacia de repressão aos crimes contra o patrimônio.

A Subdelegada Geral de Polícia Civil, Adriana Amarante, abrilhantou as ações feitas pelas equipes da SEIC e DRF; “As equipes estão sempre dando respostas positivas e incansáveis com seus agentes a população. Parabenizo a todos pois essa positividade engrandece o trabalho da Polícia Civil do estado do Maranhão, além de ser uma resposta de caráter prático para a sociedade”, referiu.

E, aproveitou o ensejo para agradecer o trabalho da perícia maranhense; “Agradeço ainda o trabalho da perícia na presença do superintendente de Polícia Técnico Cientifica (SPTC), que faz a execução do trabalho pericial no sentido de manter a concepção da prova material”, acrescentou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.