Polícia Civil apreende cerca de 120 quilos de maconha em Peritoró

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta segunda-feira (20) na sede da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, com a presença do delegado geral da Polícia Civil Lawrence Melo, do superintendente estadual de repressão ao narcotráfico (Senarc) Carlos Alessandro e do coordenador do departamento de repressão ao narcotráfico no interior Danilo Veras, foram prestadas informações a respeito da operação que resultou na apreensão de cerca de 120 quilos de entorpecentes na cidade de Peritoró.

img_0019A ação teve início após denúncias anônimas que apontavam que um ônibus de turismo advindo do estado de Goiás carregava uma grande quantidade de drogas, tendo por destino final o município maranhense. Em posse dessas informações, equipes da Polícia Civil de Peritoró e Presidente Dutra montaram campana nas proximidades da BR-316 no intuito de desarticular o crime, tendo êxito ao final.

Na ocasião, Hugo Wendel Santos da Silva, de 25 anos, natural da cidade de Imperatriz, foi preso em fragrante, pois estava em posse de cerca de 120 quilos de maconha prensada localizada no bagageiro do ônibus. Ainda de acordo com o delegado Danilo Veras, o acusado confessou a responsabilidade do entorpecente e admitiu que a droga teria como finalidade abastecer o período carnavalesco em pelo menos cinco municípios do leste maranhense.

O mesmo foi recambiando à sede da Senarc, em São Luís onde, após prestar depoimento, foi autuado pelo crime de tráfico interestadual de drogas e encaminhado ao Sistema Penitenciário maranhense.

Operação “ UNIDADE MAIS SEGURA”

Ainda durante a coletiva, o delegado geral da Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Melo   apresentou os resultados da operação policial “ UNIDADE MAIS SEGURA” que foi desenvolvida nos últimos dias 17,18 e 19 de fevereiro, nas cidades de Paço do Lumiar, Raposa e região do bairro do Araçagi que, pela via de um policiamento ostensivo, visava combater crimes de roubo naquela área.

Como resultado da operação, foram cumpridos quatro mandados de prisão em desfavor de Paulo Ricardo Ribeiro, Walter Portela Dourado, Diego Mesquita Lobão e Ronilson Costa Silva, vulgo “ Romarinho”.

A operação foi fruto trabalho conjunto entre a Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC), a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) e Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (SECCOR), em integração com a Polícia Militar.

O delegado geral Lawrence Melo por outro lado, anunciou que a Secretaria de Segurança do Maranhão já deu inicios aos trametes burocráticos para a locação de um prédio onde deve funcionar a delegacia do Araçagi e uma Companhia da Polícia Militar que oferecerá um atendimento especifico as comunidades de toda região dos municípios da Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

 

Foto: Nilson Figueiredo

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.