Polícia apreende adolescente envolvido em assassinato de crianças de Bacabeira

 

 

De acordo com o delegado Ednaldo Santos, o adolescente foi levado até a delegacia pelo próprio pai e o advogado da família.

 

 

 

BACABEIRA

 

A Polícia Civil apreendeu um adolescente envolvido no assassinato de duas crianças, Roberto da Luz dos Santos e Erisvan da Silva Costa, de 11 e 12 anos, moradoras da Vila Samara, região da Estiva, em São Luís.

 

De acordo com o delegado Ednaldo Santos, o adolescente foi levado até a delegacia pelo próprio pai e o advogado da família, que temem a retaliação de familiares das vítimas pela participação do menor no crime.

 

RELEMBRE

 

O caso aconteceu no início deste mês. No dia 4 de agosto, as duas crianças foram encontradas mortas em uma cova rasa em Campo de Periz, despertando a revolta de moradores das proximidades.

 

Os meninos estavam desaparecidos havia alguns dias, depois que saíram para pescar em um açude, junto a um adolescente de 15 anos e um jovem de 18, quando foram achados por populares.

 

Segundo a polícia, as duas crianças foram mortas por furtarem porcos da fazenda de Antônio Coelho Machado, conhecido como Antônio Baixinho.

 

No dia do crime, os assassinos também feriram gravemente o adolescente e o jovem que foram pescar com as crianças, com tiros e facadas.

 

 

ADOLESCENTE APREENDIDO

 

O adolescente apresentado à Polícia Civil ontem afirmou que ajudou os dois autores do crime a capturarem os meninos, de moto.

 

Junto a outro participante do assassinato, o menor ficou vigiando as duas crianças, enquanto Antônio Baixinho atacava os dois rapazes que acompanhavam as crianças na pesca no açude, com facões e tiros.

 

O adolescente e o jovem só sobreviveram porque se fingiram de mortos.

 

Ainda de acordo com o depoimento do adolescente apreendido, logo após atacar os jovens, e achar que tinha conseguido assassiná-los, Antônio Baixinho voltou-se para as duas crianças, que aguardavam, apavoradas, para serem executadas. Após levá-las para uma área de mangue, Antônio, junto ao neto, identificado como ‘Xarope’, atirou contra elas.

 

Neste momento, o adolescente, que esperava na estrada, ouviu os tiros e constatou que os dois meninos estavam mortos. Pouco depois, Antônio Baixinho e Xarope retornaram para a estrada, sujos de sangue. Em seguida, foram tomar banho em um açude e depois foram embora.

 

“A participação do adolescente foi para vigiar e evitar que os meninos assassinados conseguissem fugir”, explicou o delegado Ednaldo Santos. O adolescente será encaminhado ao Instituto Canaã, em São Luís.

 

Dos seis autores, três já foram detidos pela Polícia.

 

“É questão de tempo localizarmos os outros envolvidos”, garantiu o delegado.Ainda nesta semana a polícia deve realizar a reconstituição do crime.

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.