Pedro Lucas pede instalação de academia ao ar livre no Cohatrac I

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) apresentou requerimento nº 252/18 pedindo à Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís (CMSL) que encaminhe oficio ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), solicitando que determine a Secretaria Municipal de Desportos e Lazer – SEMDEL, a instalação de equipamentos de uma academia ao ar livre para a prática de exercícios físicos, localizada na Rua P, Bairro Cohatrac I.

Segundo o parlamentar, o objetivo é oferecer mais uma opção de lazer para a comunidade local. “É preciso investir mais na qualidade de vida da população. Quem pratica atividade física regularmente está se prevenindo contra doenças ligadas ao sedentarismo”, explicou o Pedro Lucas.

O líder do PTB na Casa afirmou ainda que essas academias são importantes, pois tem por objetivo facilitar o acesso aos equipamentos de ginástica com uso livre e gratuito, incentivando a prática de atividade física por pessoas de todas as idades, com vistas à melhoria da qualidade de vida da população.

SAIBA MAIS

Academia ao ar livre (também abreviada como AAL) são instalações de aparelhos de musculação e exercícios físicos implantados em espaços públicos, como em praças e parques. Constituem uma espécie de playground, porém, na maior parte das vezes voltado para o público acima de 12 anos de idade.

São notadas em diversas partes do mundo. Na China, por exemplo, foram popularizadas durante a campanha para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008, reservando 20 000 000 m² de academias ao ar livre por todo o país com objetivo de incentivar a prática de esportes. Nos Estados Unidos e na Europa são similares às “trilhas fitness”, que se popularizaram entre as décadas de 1960 e 70.

Foram difundidas no Brasil através do Programa Brasil Saudável, lançado pelo Ministério da Saúde em 2005, mas seguindo uma proposta originada em Porto Alegre em 1926, com a criação da “praça de esporte e recreação”. Posteriormente, houve um projeto semelhante com a criação do Movimento Esporte para Todos em 1960, multiplicando os conjuntos. Normalmente contam com equipamentos de surfe, remo, alongador, rotação vertical e dupla diagonal, pressão de pernas, multiexercitador, esqui e simulador de caminhada e cavalgada.

As instalações iniciadas em 2005 são parte das ações previstas pela Estratégia Global de Alimentação e Atividade Física, proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2004. Houve uma remodelação dos aparelhos, incluindo o layout e o uso de cores vibrantes como estratégias para incentivar seu uso, sendo apontados pelos profissionais da saúde como eficientes para trabalhar a força muscular e as articulações.

Texto: Isaias Rocha

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.