Operação deixa suspeitos mortos na comunidade do Rola, Zona Oeste do Rio

Ônibus foram incendiados na região e corredor do BRT está com circulação interrompida.

Três suspeitos morreram e dois ficaram feridos durante uma operação da Polícia Militar na comunidade do Rola, em Santa Cruz, na Zona Oeste, na manhã desta quarta-feira (14).

Com os suspeitos foram apreendidos um fuzil AK 47, um fuzil AR 15, duas pistolas e duas granadas. De acordo com a PM, um dos mortos seria “Zé da Colina”, uma das lideranças do tráfico.

Por conta das mortes, dois ônibus foram incendiados na região, um na Rua Urucrania e outro no corredor Cesario de Melo do BRT Transoeste, que está com a circulação interrompida desde 7h40.

Em nota, o Consórcio Santa Cruz informou que, por falta de condições de segurança, mudou o itinerário de sete linhas que passam pela avenida Urucânia, próximo à comunidade. Ainda segundo o consórcio, um coletivo da linha 428P (Campo Grande x Itaguaí) foi completamente destruído na avenida Urucânia e outro da linha 756 (Santa Cruz x Coelho Neto) foi queimado na avenida Antares.

Desde 2016, os ataques elevam para 103 o número de ônibus incendiados no Estado do Rio de Janeiro, o que gera uma média de um ônibus incendiado a cada cinco dias. Somente neste ano foram registrados 60 casos.

O prejuízo do setor ultrapassa os R$ 46 milhões. Como não há seguro para esse tipo de sinistro, as empresas absorvem todo o custo de reposição.

 

 

 

 

 

 

FONTE: G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.