Oito escolas estaduais receberão projeto-piloto com bicampeão mundial de xadrez

Oito escolas da Rede Estadual de Ensino, localizadas em São Luís, participarão do projeto piloto de xadrez nas escolas, que será desenvolvido pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com o bicampeão mundial de xadrez, Rafael Leitão. As atividades do projeto estão previstas para iniciar até o mês de março nas escolas.

 

“Nós escolhemos oito escolas para o projeto piloto, vamos selecionar uma série/ano de cada escola e começar capacitando os próprios professores que serão os responsáveis pela iniciação no ensino do xadrez para as crianças”, explicou Rafael Leitão.

 

Segundo ele, a carga horaria será de uma hora aula por semana e funcionará como atividade extracurricular. “Acredito que todas as crianças vão se interessar, vai ser uma coisa bem divertida e a ideia é que ao final do ano a gente tenha um bom número de crianças que tenham aprendido e já saibam jogar e assim fazer um grande evento no final do ano”, ressaltou.

 

“Eu sempre me entusiasmei com o xadrez escolar, porque eu aprendi com seis anos. O meu pai me ensinou e eu comecei a jogar na escola. O xadrez já é provado por uma série de estudos que auxilia as crianças em idade escolar melhorando a concentração, deixa a criança mais paciente, menos hiperativa, é um projeto que lembra os meus primeiros passos no xadrez. Acredito, sinceramente, que nós vamos ajudar essas crianças a ter um futuro melhor”, revelou Leitão.

 

Para a gestão da U.I. Jackson Lago, localizada no bairro João Paulo, Roseanne Buatem Barbosa, o xadrez na escola será importante para fortalecer o aprendizado dos alunos.  “O xadrez irá trabalhar a capacidade do aluno de concentração e é uma oportunidade de a gente estar colocando mais uma atividade no currículo para nossos alunos. Além disso, eles vão ter o contato com uma referência no esporte, que é o Rafael, e isso vai servir de inspiração para eles”, realçou a gestora.

 

O secretário-adjunto de Programas e Projetos Especiais da Seduc, Ismael Cardoso, destacou dois aspectos importantes do projeto. “Primeiro, o xadrez ajuda a elevar a escolaridade, porque ele trabalha o raciocínio logico, mas também é lúdico e, por outro lado, fazemos isso aproveitando o que o Maranhão tem de melhor, que é um bicampeão mundial de xadrez, que vai ser o nosso grande instrutor”, pontuou.

 

Inicialmente, o ‘Xadrez nas Escolas’ será desenvolvido nas seguintes unidades: C.E. Barbosa de Godóis, U.I. Jackson Lago, Cintra, C.E. Sagarana II, C.E. Estado do Rio Grande do Norte, C.E. Colégio Militar 2 de Julho, U.I. Maria Firmino dos Reis e C.E. Estado do Mato Grosso.

FONTE: GOVERNO DO ESTADO

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.