“O Golpe de 2016 e o Futuro da Democracia no Brasil” será disciplina na UFMA

 

A inscrição deve ser feita até o dia 19 de março, na sala do Programa de Pós-Graduação em História da UFMA

 

 

 

Com o objetivo de discutir e refletir através da perspectiva das Ciências Humanas e Sociais, as justificativas e os efeitos dos fatos que resultaram no impeachment da presidenta Dilma Roussef, a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Programa de Pós-Graduação em História decidiu abordar essas discussões por meio da disciplina “O Golpe de 2016 e o Futuro da Democracia no Brasil”.

O surgimento da disciplina foi em virtude ao momento atual da política brasileira e a importância de ser debatido dentro de sala de aula as explicações do ato do impeachemnt, explica Lyndon de Araújo, coordenador da matéria.

“A importância de ter uma disciplina como essa no programa está no fato de pensarmos em refletir de maneira crítica sobre esse momento político que nós estamos vivendo hoje, que é resultado direto do que nós consideramos como golpe parlamentar, jurídico e midiático que ocorreu em 2016”, diz ele.

A cadeira vai contar com uma grade de vários professores, entre eles está Arleth Borges e Marcus Baccega. O cronograma do programa deve discutir o sistema político brasileiro, a democracia, a democratização e a (des)democratização, e ainda o desenvolvimento da atual crise das questões do trabalho, além de debater sobre cultura e justiça.

A matéria terá 30h e as aulas vão acontecer no horário de 8h às 12h, em todas as quartas-feiras. A cadeira sobre o Golpe 2016 será aberta ao público.

No mínimo 14 universidades públicas no país estarão oferecendo a disciplina sobre o golpe parlamentar de 2016, idealizada pelo professor da UnB Luis Felipe Miguel.

A inscrição deve ser feita até o dia 19 de março, na sala do Programa de Pós-Graduação em História da UFMA, localizada no Centro de Ciências Humanas (CCH), no campus localizado no Bacanga, em São Luís. Quem tiver interesse deve entrar em contato pelos telefones (98) 3272-8391 e (98) 3272-8392.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: ma10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.