Musa da União da Ilha vai reciclar fantasia: ‘Tenho filho pra sustentar’

Natália Norbert, de 29 anos, desfila na escola desde criança. A parte de seu corpo que mais gosta é a perna: ‘São bem torneadas’.

O ano de 2017 marca o retorno de Natália Norbert à passarela do samba. Após 7 anos afastada do carnaval, a musa da União da Ilha do Governador está preparada para fazer o que mais sabe: sambar. “Estou muito ansiosa, vai ser meu retorno e é um momento muito feliz”, diz a musa, de 29 anos, que posou no Jardim Zoológico RioZoo, em São Cristóvão, na Zona Norte.

Com o tema ‘Belezas do Rio’, levou as musas, destaques e passistas das escolas para posarem em pontos da cidade que foram revitalizados ou inaugurados nos últimos anos. Confira os bastidores do ensaio no vídeo. Veja aqui os ensaios das outras escolas.

Ela desfila na escola desde os 8 anos e diz que já faz parte da agremiação. Natália vem à frente do carro abre-alas, representando a Guardiã do Templo do Rei Tempo. “Minha fantasia é toda azul e dourado, é muito linda.”

Com pai que já foi empurrador de carro alegórico e mãe passista, Natália não teve outra saída a não ser entrar para o universo do samba. “Meus pais de levavam para o ensaio e eu ficava imitando as passistas. Depois, fui me profissionalizando, até viajei para alguns países sambando.”

Moradora da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, desde criança, a musa diz que encontra seus amigos de escola de samba o ano todo nas ruas da região: “Lá na escola, as pessoas são amigas, nos encontramos no mercado, na feira. Cresci vendo os velhinhos da Velha Guarda descendo a comunidade de branco, isso marcou muito a minha infância.”

O sustento de Natália vem com seu trabalho de maquiadora. No carnaval, ela aproveita para maquiar amantes da folia, mas confessa que adora enfeitar noivas. “Minha paixão mesmo é maquiar noivas, fico babando.”

Se engana quem pensa que Natália é de balada. A musa conta que é completamente caseira e que gosta de ficar com o filho, Luiz Henrique, de 3 anos. “Gosto de estar em família, faço trilha e ando de bicicleta com meu filho. Sou totalmente dedicada à maternidade.”

Por falar em maternidade, esse foi um dos motivos que deixaram Natália afastada do carnaval por alguns anos. “Quis cuidar do meu filho e a escola é muito compreensiva com isso.”

Durante a gravidez, ela chegou a engordar 30 kg e pesava 90 kg. Para perder os quilos extras, Natália ficava sambando sozinha, em frente ao espelho. “Fui perdendo aos poucos. Sambava no espelho porque sei que ajuda a perder peso.”

Hoje com o corpo escultural, Natália mantém a boa forma com musculação e lutando MMA. “Gosto das minhas pernas porque desde quando eu era criança era a parte mais torneada do meu corpo. É o que menos me preocupa e o que mais chama atenção em mim.”

Natália faz questão de dizer que seu retorno à escola tem um peso a mais: motivar meninas da comunidade. “Quero dizer para as crianças que começam na comunidade não desistirem. A gente pode ter reconhecimento. Acho que meu retorno serve para incentivar quem acredita. As rainhas e musas da comunidade vêm para provar que nós somos merecedoras e não que estamos ali por dinheiro.”

“O povo que vai assistir aos desfiles está mais exigente, querem ver samba no pé. Quando a gente passa, eles levantam, aplaudem. Sou branca e loira, mas contrario quem acha que não sei sambar.”

A única preocupação de Natália esse ano é a crise que assombra também os barracões. “Tive uma conversa transparente sobre a minha fantasia, não posso gastar dinheiro, tenho um filho pra sustentar e estou usando materiais de outros anos. A crise existe, sim, e os verdadeiros artistas têm que saber rebolar diante disso. Esse carnaval vai fazer história.”

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.