Motoristas da Uber anunciam manifestação pacífica em São Luís nesta terça

 

Manifestação pacífica vai sair da Praça do Pescador, na Av. Litorânea, às 8h, em direção à Câmara Municipal (Centro).

 

 

Os motoristas do aplicativo Uber , que realiza transporte de passageiros, vão fazer uma manifestação pacífica em São Luís na manhã desta terça-feira (22). Às 8h, eles vão se reunir na Praça do Pescador (Av. Litorânea) em direção à Câmara Municipal. De acordo com o Wellington Sal, presidente da comissão de motoristas privados parceiros de aplicativo, a manifestação busca a regularização do serviço no Maranhão.  Na tarde de hoje (21), foram apreendidos 10 veículos por prática do transporte irregular de passageiros em operação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

 

“A nossa manifestação é pacífica e não vai atrapalhar o trânsito. Estaremos em só uma faixa da pista e teremos faixas nos carros pela regularização”, disse Sal.

 

Os taxistas de São Luís iniciaram uma mobilização nesta segunda-feira (21) contra o serviço do Uber, que está funcionando desde fevereiro deste ano na capital maranhense. O ponto de concentração foi na cabeceira da Ponte José Sarney (conhecida como Ponte São Francisco), provocando engarrafamentos na Av. Beira Mar até, no mínimo, às 9h30 da manhã.

 

Os motoristas de Uber comentam que operação realizada pela SMTT hoje foi irregular. “Havia um agente de trânsito ao lado de um taxista na entrada do embarque e desembarque no aeroporto e só veículos identificados como Uber eram parados. Os agentes falavam ‘seu veículo será apreendido porque você é Uber’, uma situação constrangedora. Somente depois que 60 motoristas de Uber chegaram ao local é que outros veículos começaram a ser parados”, disse Wellington Sal.

 

A SMTT argumenta que “as fiscalizações são feitas diariamente em determinadas áreas específicas da capital. Convém ressaltar que a identificação dos veículos que efetuam o transporte irregular de passageiros é feita com base em levantamentos prévios e posterior abordagem no momento de embarque e desembarque dos passageiros. Nessas ações, o infrator estará sujeito às sanções previstas no Artigo 119 B, da Lei 3.430/96, regulamentada pelo Decreto 48.892/17, que regulamenta o serviço de transporte coletivo urbano de São Luís”, diz a nota.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: ma10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.