Moreira Franco tem nomeação suspensa pela justiça do Distrito Federal

O juiz Eduardo Rocha Penteado, da Justiça Federal do Distrito Federal, determinou na tarde desta quarta-feira (8), por meio de decisão liminar (provisória), a suspensão da nomeação de Moreira Franco para ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

A nomeação de Moreira Franco foi contestada na Justiça por parlamentares e partidos de oposição. Eles argumentam que o presidente Michel Temer recriou o ministério e colocou Moreira no cargo de ministro com a intenção de dar a ele foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal. Antes, da nomeação, Moreira Franco era secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), função na qual não tinha status de ministro.

O ministro foi citado por Cláudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da empreiteira Odebrecht, em delação da Operação Lava Jato . As delações foram homologadas pela presidente do STF, Cármen Lúcia na semana passada. Os depoimentos foram encaminhados para a Procuradoria-Geral da República (PGR), que decidirá em quais casos pedirá ao STF abertura de inquérito.

Do G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.