Menores estupram adolescente grávida e degolam namorado

Uma adolescente de 15 anos grávida de 5 meses foi estuprada por três adolescentes por volta de meia noite na ponte que faz divisa entre os municípios de Uruçuí (PI) com Benedito Leite (MA). Os três adolescentes que cometeram o crime foram apreendidos, sendo dois deles maranhenses, de acordo com o Delegado Regional de Uruçui – Bruno Ursulino.

“Tres menores abordaram um casal de namorados que se encontravam na ponte que faz divisa entre a cidade de Uruçuí-PI e Benedito Leite-MA. Em seguida, eles levaram as vítimas para um matagal, degolaram o rapaz e jogaram o corpo no Rio Parnaíba. Depois, estupraram a moça que está grávida de cinco meses e conseguiu fugir. A mulher acompanhou a morte do namorado”, conta o delegado regional de Uruçuí, Diego Pascoal.

Os três adolescentes, que não tiveram a identidade revelada, foram apreendidos na manhã desta quarta-feira (3)  e confessaram o estupro coletivo contra a grávida de cinco meses. Nos depoimentos, eles narram friamente como o crime aconteceu.  Um dos adolescentes tem 13 anos de idade.

O primeiro adolescente afirma que chegaram a pensar que a moto do casal seria da polícia, porém, ao perceberem que seria um casal, decidiram abordar os dois. Ele ainda conta que a adolescente chorou e avisou a eles que estava grávida. Outro adolescente revela que após o assalto outros dois levaram a menina para o mato onde praticaram o estupro.

O terceiro adolescente diz que o rapaz só foi morto por quê estaria devendo R$ 100 para o assassino. Dinheiro que teria sido entregue a ele para que comprasse drogas para o suspeito.

“O cara tava devendo R$ 100 que ele deu e o cara não voltou com a droga. Ele pegou a faca e furou o cara, cortou no pescoçoe e depois jogamos ele no rio”, descreveu.

O gerente da Polícia Civil no interior, delegado Éverton Ferrer, afirmou que a faca usada no crime foi encontrada na casa da namorada de um dos adolescentes apreendidos. Segundo ele, o depoimento da jovem em momento oportuno será de extrema importância para elucidar o crime.

“A arma realmente foi encontrada e o depoimento da menor será de suma importância para o inquérito. O procedimento policial envolveu toda a comunidade que está chocada e a resposta foi dada de maneira rápida. A polícia já está tomando toda a cautela e inclusive já houve tentativa de invasão a delegacia. O caso é chocante e preocupante pois é um episódio que envolve adolescentes e vamos trabalhar para que não haja nenhuma alteração maior do que a que o caso já impôs”, pontuou o delegado.

A vítima está bastante abalada psicologicamente e está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar e equipes multidisciplinares de apoio à mulher.

Com informações da Polícia Civil e do site Cidade Verde

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.