Menina de 11 anos morre esfaqueada por padrasto que tentou estuprá-la

Um crime bárbaro, trágico e brutal, que deixou uma comunidade inteira perplexa e completamente revoltada. A Rua da Felicidade nunca mais será a mesma depois da covarde, cruel e sanguinária morte da menina, Dhulia Robert de apenas 11 anos  fato que chocou toda a Vila Embratel.

O acusado de tamanha barbárie, era bem conhecido, gozava da confiança de parentes e amigos, pelo fato de ser marido  da mãe Daniele dos Santos Romão 30 anos,  que ja estava a dois messes morando com o sujeito, o assassino

Robson Hélio Rocha Silva de 36 anos,que  ja mostrava   atitudes violentas, quando este cobrava ciúmes,  tentando agredi-la a

Dhulia Robert estava morando na casa do pai, Robert Lopes Viana, no bairro da Vila Isabel, quando nesse dia resolveu passar o final de semana com a mãe, como era de costume> misteriosamente a filha não se dava muito bem com o suspeito, e sempre reclamava  que somente voltaria se o mesmo o criminoso saísse.

Na noite de domingo, (20), a criança estava jantando na cozinha da casa, quando foi assassinada pelo criminoso, por volta das 20 horas.

Linchamento

Em relatos, vizinhos disseram  a equipe deste blog noticiário, que ouviram gritos e viram quando o acusado saiu correndo após cometer o ato, e logo em seguida foi detido pelos populares, levando socos, ponta pés, e pedradas na cabeça.

Suspeitas de tentativa de estupro

Muitas testemunhas também informaram que o suspeito estava no quarto na hora do ocorrido, estranhamente ele poderia ter se aproveitado da ausência da mãe para tentar violentar a garota, já que estava sem suas vestes.  Uma a bermuda do acusado foi encontrada na cozinha onde Julia estaria sentada, o que leva a crer que Robson tentaria praticar o delito, e a menina teria ameaçado contar para a mãe.

Espirito satânico

Outros relatos dão conta que a filha tentou defender a mãe, lutando com o assassino, mas acabou dominada e morta, enquanto Daniele saiu em desespero pedindo ajuda ao ver a filha no chão se esvaindo de sangue

O conselheiro Tutelar da área Itaqui o Bacanga, João Máximo Silva Costa, disse a reportagem, que é lamentável o fato ocorrido, aconselha os pais tomarem cuidados com o filho. Em sua opinião, a família tem de ser guardião de seus filhos, prestando bem atenção em qualquer eventualidade suspeitas.

Um fato trágico que deixa muitos moradores intrigados, ficando a pergunta, o que levou Robson a matar Julia de apenas 11 anos com requintes de crueldade? Já que o mesmo era primo do pai da vítima.

Julia era neta de Antonio Romão e Antônia Romão. Esta ja é a segunda tragédia sofrida pela família, em maio de 2004, um tio da garota, conhecido como Nabatalha   morreu assassinado próximo ao local.

As ultimas informações prestada a nossa equipe, é de que o criminoso esta hospitalizado e uma das unidades do Socorrão II e passa bem, depois de escapar com vida após ser linchado pelos moradores

Aguarde mais informações sobre este caso            

Fonte PRIMEIRA HORA ONLINE

Fotos: PRIMEIRA HORA ONLINE

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.