Marcos assunção é apresentado a torcida do Sampaio

o vestiu a camisa da equipe maranhense (Foto: Divulgação / Sampaio Corrêa)

O Sampaio Corrêa apresentou nesta terça-feira (29), seu novo reforço para o restante da temporada. O volante Marcos Assunção vestiu pela primeira vez a camisa da Bolívia Querida, no CT José Carlos Macieira. O jogador de 39 anos afirmou que apesar de sua idade, ainda consegue atuar em alto nível. O atleta citou Paulo Baier, Rogério Ceni e Zé Roberto como exemplos.

Pra quem se cuidou a vida toda. A gente assiste jogando Zé Roberto, Paulo Baier e Rogério Ceni, até um tempo atrás estava na ativa também. Eles se cuidaram a vida inteira e quem faz isso tem essa longa vida no futebol”.

Marcos Assunção comentou a disposição para defender o Sampaio Corrêa. Segundo o volante, ele não se transferiu para a Bolívia Querida de brincadeira. O jogador também citou o voto de confiança que recebeu do técnico Petkovic e do presidente do clube Sérgio Frota.

“É um desafio novo, longe de São Paulo, da minha casa, da minha família. Então não estou de brincadeira. Não vim passear. Se eu viesse passear, viria com meus filhos e passaria um final de semana e iria embora. Estou aqui para trabalhar e fazer com que as pessoas, principalmente o presidente e o treinador, que tiveram essa confiança em mim, para que no final do ano quando acabar o contrato, quando a gente for embora, eles estejam satisfeitos assim como foi nos clubes por onde eu passei durante minha carreira”.

Ainda falando sobre seu novo treinador, Marcos Assunção relembrou a época em que atuou contra Petkovic no futebol europeu, quando defendia o Roma-ITA e o sérvio o Venezia-ITA. O volante também comentou do trabalho que teve com o técnico no Criciúma, na temporada passada.

“Eu jogava pelo Roma e ele estava no Venezia e desde então a gente já tinha contato desde 99 e 2000, mas esta parceria aumentou desde que fizemos um evento na Bahia quando estávamos sem clube. Aí começamos mesmo uma parceria boa, de amizade, e que eu gostei muito de trabalhar com ele no Criciúma, quando ele já era treinador”.

Marcos Assunção, entretanto, deve demorar a estrear pelo Sampaio Corrêa. O volante ainda deve realizar trabalhos físicos para recuperar seu condicionamento, antes de se colocar à disposição do técnico Petkovic.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.