Maranhense que vendeu água nos sinais para ir a Mundial conquista medalha de bronze

Andressa foi derrotada por pontos ao sofrer uma punição na fase semifinal.

 

SÃO PAULO – Sem apoio, a maranhense Andressa Raquel, de 13 anos, vendia água nos próximo a semáforos na capital maranhense para poder participar do Campeonato Mundial de Jiu-jitsu, em São Paulo. O esforço foi válido e a pequena Andressa trouxe na bagagem uma medalha de prata para o Estado do Maranhão.

 

Andressa foi derrotada por pontos ao sofrer uma punição na fase semifinal. A pequena atleta não esconde sua insatisfação. “Eu fui pra ganhar o ouro e fiquei muito chateada porque não consegui. Mas, o ato de ter vendido água, de lutar para chegar até aqui já me faz uma guerreira. Eu sou uma guerreira. Eu não vou desistir. Essa medalha simboliza muito para mim” , explicou ela em entrevista ao Globoesporte.com

 

Otimista, Andressa mandou um recado para aqueles que encontram dificuldades na pratica esportiva.

 

“Nunca desistam! Vão para a luta. Lutem pelo sonhos de vocês. Mesmo perdendo, nunca desistam. Vocês irão conseguir” , exclamou.

 

Andressa retorna a São Luís quarta-feira (12).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: IMIRANTE.COM

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.