Maranhão é campeão do Nordeste em atividades no maior evento científico do Brasil

campeao1

 

 

Com mais de 2.420 atividades científicas, o Maranhão figura como campeão entre os estados do Nordeste, no ranking da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2014 (SNCT) que aconteceu no período de 13 a 18 de outubro e teve uma Cidade da Ciência montada no estacionamento do São Luís Shopping. O levantamento foi feito pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e está disponível no endereço semanact.mcti.gov.br/web/snct2014/inicio#section6

No ranking do MCTI, o Maranhão aparece em 1º lugar com 2.426 atividades, seguido de Pernambuco que registrou 1.833 atividades e da Bahia que teve uma produção 639 atividades científicas.

A SNCT tem a coordenação nacional do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação e no Maranhão tem coordenação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema).

Em 2014, mais uma vez o Maranhão foi destaque no cenário regional. A produção científica do Maranhão na SNCT 2014 corresponde a 42,5% da produção da Região. Este ano, a Semana ocorreu em nove cidades e envolveu 12 instituições de ensino, pesquisa e fomento.

“Este número muito nos orgulha, mas é o reflexo do trabalho e empenho não só do Governo do Estado que tem fomentado políticas públicas adequadas ao desenvolvimento da CT&I, mas, sobretudo, dos pesquisadores, acadêmicos e da sociedade que acredita na ciência maranhense e que já entende a importância do setor para a promoção do desenvolvimento social”, comentou o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Costa. “Estas posições de destaques nacional e regional aumentam ainda mais a responsabilidade do sistema científico local, porque é natural que agora tanto os pesquisadores, como a população exijam resultados cada vez mais aprimorados nestas áreas”, completou.

O Maranhão tem se consolidado com um dos estados do Norte- Nordeste que mais avançou nos últimos anos em CT&I. Por um decreto de Lei, o Governo do Estado inseriu a SNCT no calendário oficial do Estado, instituindo assim, a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. Outro avanço importante para o sistema científico local foi o aumento dos investimentos, segundo o último indicador de CT&I divulgado pelo MCTI, referente à produção científica até 2012, o Maranhão investiu mais de 32 milhões de reais, o que corresponde a um aumento de mais de 20 milhões nos recursos empregador no setor em 2008.

O destaque do Maranhão na SNCT deste ano é ainda maior se comparado com a produção científica apresentada pela Região Norte, as atividades aqui foram superior a todas as apresentadas naquela Região. “O aumento da produção científica do Maranhão é resultado de uma política séria e um planejamento focado no fomento e desenvolvimento de CT & I. Estamos à frente, por exemplo, 130% da Região Norte, este fato nos motiva a avançar ainda mais”, comentou o secretário adjunto de Ciência e Tecnologia, Osvaldo Saavedra.

No cenário nacional, o Maranhão também foi destaque e avançou no ranking da SNCT, em comparação com 2013. Neste ano, o estado ocupou a 4 ª posição. O primeiro colocado foi o estado do Rio Grande do Sul, o segundo foi Minas Gerais e o terceiro o Rio de Janeiro que teve apenas 150 atividades científicas a mais que o Maranhão.

Até o fim do ano várias ações de fortalecimento da política de ciência, tecnologia e inovação estarão sendo realizadas. Entre elas, destaque para a ordem de serviço da sede da Universidade Virtual do Maranhão (Univima), as inaugurações dos Centros de Capacitação Tecnológica (CCT’s) de Pindaré e São José de Ribamar, a instalação de 300 antenas da Univima para servir o programa Mtec, a instalação dos primeiros Clubes da Ciência nos municípios de Mirinzal, Rosário, Humberto de Campos, entre outras. “Estamos em avanço contínuo nas ações para a promoção da ciência e tecnologia em nosso Estado. Essa é uma determinação da governadora Roseana que sempre foi uma entusiasta dessa causa e diariamente, reforça esse compromisso, um exemplo disto é a Lei Estadual de Inovação, um importante marco legal que será apresentado na próxima legislatura à Assembleia e com certeza será um grande avanço para o setor da pesquisa no Maranhão”, salientou José Costa.

Números do Maranhão – SNCT 2014

Mais de 4000 mil metros quadrados de estrutura da Cidade da Ciência
Cerca de 50 mil visitações
Participação de cerca de 150 escolas
2.426 atividades científicas apresentadas
9 municípios participantes
12 instituições envolvidas

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. VENCESLAI JUNIOR diz

    OS ALUNOS ESTÃO DE PARABÉNS, MAS MUITO DESTE CRÉDITO SE DEVE AO TRABALHA DOS PROFESSORES.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.