Mais três cidades do Maranhão receberão unidades do SINE para facilitar a busca por emprego

O Governo do Estado entregará até o fim deste ano mais três unidades do Sistema Nacional de Empregos (SINE) no Maranhão. Grajaú, Pinheiro e Barreirinhas serão as cidades a receber as novas agências.

As entregas estão previstas para o segundo semestre deste ano. Com isso, serão 20 unidades atuando em todo o Maranhão até o fim de 2018, coordenadas pela Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres).

Os novos postos fazem parte da política de investimentos da gestão estadual na área do trabalho e economia solidária, reforçadas pelo governador Flávio Dino. A ampliação da rede vai melhorar o desenvolvimento da região, por meio da disponibilização de vagas de emprego e oportunidade para os empresários.

Atualmente, o Maranhão dispõe de 17 agências para atendimento ao trabalhador. Três delas estão em São Luís, sendo uma a central estadual. As demais estão distribuídas em Imperatriz, Bacabal, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Bacabeira, Chapadinha, Pedreiras, Caxias, Codó, Barra do Corda, Balsas, Estreito, Açailândia e Timon.

Sine do Anjo da Guarda. (Foto: Divulgação)

“Nós vamos oportunizar aos trabalhadores maranhenses mais serviços dentro da política de geração de emprego e renda”, ressalta a coordenadora estadual do SINE, Izaura Moreira Lima.

Entre os serviços que serão oferecidos nas novas unidades, está a intermediação entre o trabalhador e as empresas. O secretário da Setres, Hernando Macedo, explica como as empresas dessas cidades serão beneficiadas com as novas unidades.

“O SINE presta seus serviços trazendo todo o apoio ao processo de recrutamento e seleção da mão de obra para as empresas, e tudo isso de forma gratuita”, informa o secretário.

“A colocação dos trabalhadores que buscam oportunidades de trabalho ocorre quando há relacionamento entre empresários e trabalhadores. E o SINE funciona exatamente nessa intermediação”, completa.

Termo de cooperação técnica

O termo de cooperação técnica, que já funciona em algumas unidades, é uma parceria com as prefeituras. A gestão municipal cede o espaço físico e a Setres disponibiliza equipamentos, capacitações, acompanhamento, materiais necessários e demais serviços.

A parceria agiliza o processo de inserção de unidades do SINE nas cidades e possibilita que outras prefeituras disponibilizem os serviços para a população e empresários nos municípios. O município passa a custear algumas despesas, como aluguel, pessoal, água, luz, vigilância e outras.

A parceria reduz o custo de implantação e manutenção da agência, além de tornar mais atrativa a relação custo-benefício para a ampliação dos serviços no estado.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.