Mais de 700 atendimentos são realizados durante mutirão de cirurgias e consultas no Hospital de Bacabal

 

 

Um mutirão em saúde promovido pelo Governo do Estado no Hospital Regional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal, reforçou a assistência e a prevenção para centenas de maranhenses de 11 municípios que compõem a Regional de Saúde de Bacabal. A ação, que aconteceu no último fim de semana, realizou mais de 700 atendimentos, entre cirurgias, consultas e exames variados.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, destaca que ações como esta fortalecem as ações permanentes da secretaria. “A gestão Flávio Dino tem interiorizado o atendimento especializado. Isso inclui ações como este mutirão, que resolve demandas de grande impacto para os pacientes e ajuda a amenizar ou até zerar as filas de espera por procedimentos”, pontuou.

Nos três dias de mutirão no Hospital Regional de Bacabal, foram feitas 30 cirurgias eletivas, 142 consultas em clínica geral e 72 consultas em cirurgia geral. Entre os exames, foram 80 ultrassonografias, 30 tomografias computadorizadas, 67 exames de raio-X, 130 coletas para exames de preventivos, 123 testes rápidos, 10 exames de endoscopia e uma gastronomia por via endoscópica. A ação aplicou também 73 vacinas.

“O fluxo de pacientes normal do hospital continuou. Precisamos então de estratégias para atender às duas demandas, uma delas foi colocar uma equipe extra. Com isso, conseguimos atender a todos”, relatou o diretor clínico da unidade, Elissandro Melo Lobo.

Ação foi realizada no último fim de semana no Hospital Regional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal. (Foto: Divulgação)

O pai de Rosangela dos Santos, Osvaldo Ferreira Silva, de 78 anos, está internado na unidade há dois meses. Ele foi submetido a uma gastrostomia por via endoscópica, método utilizado para administração de nutrição prolongada. “Graças ao mutirão meu pai conseguiu o procedimento. É muito bom para um paciente acamado como meu pai que precisa se alimentar por sonda. O hospital é acolhedor e trata todos bem”, comentou a filha.

Os pacientes que passaram em consulta com cirurgião geral com indicação de procedimento terão agendadas as cirurgias na unidade. “Com a divulgação, apareceu bem mais pessoas do que esperávamos, mas conseguimos atender a todos. Estamos vislumbrando fazer agora o mutirão da ortopedia nos mesmos moldes que este, com atendimentos em clínica e realização de exames de imagem. Para repetir o mesmo sucesso”, informou Elissandro Melo Lobo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: governo do estado

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.