Mãe cagueta :Traficante é pega com a boca na botija após chamar policias de “vermes”

Durante uma ronda policial preventiva, realizado pelo grupo Garra do 13º BPM no bairro Mojó, em São José de Ribamar, na noite desta segunda-feira (12) por volta das 21: hs, a guarnição foi observou atitude suspeita de uma mulher,  próximo a um  comercial, denominado  “Manga Rosa” localizado na Rua 03, que falando ao  celular chamava os policias de vermes,  “OS VERMES ESTÃO PASSANDO AQUI”, que  foi percebido pelos militares no momento em que passavam pelo local. A mulher foi abordada pelos pms ,  que perguntaram para a suspeita, a quem ela estava chamando  de verme, a mulher  ficou calada, e ao ser  perguntada  onde residia, respondeu  que morava na casa , e que seu nome se chamava Joseane Fernanda Silva de Lima, de 19 anos, e  negou que era com os policiais de que ela estava falando, mas por infelicidade , a mesma foi desmentida pela própria mãe, que informou aos  policiais o verdadeiro paradeiro da filha, que morava na outra casa, ao lado da casa dela.

A suspeita  foi obrigada a entrar  junto com a guarnição na casa, e após fazer a revista na residência foi encontrado no quarto em cima da mesa, uma pedra de tamanho considerável de substância sólida amarelada semelhante a crack, e debaixo da cama foi encontrado uma arma de fogo de fabricação caseira com capacidade para seis disparos, municiada com 06  cartuchos intactos de calibre 12.

Joseane Fernanda Silva de Lima foi presa  em flagrante  e  conduzida sem lesão corporal pelo ( CPU) até o plantão do  Maiobão, onde foi autuada em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo, e associação ao tráfico

Por Mauro Garcia

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.