Liminar que proibia Caixa de exigir que funcionários de SP trabalhem aos sábados cai, diz Caixa

Movimento em agência paulistana no primeiro sábado de abertura é tranquilo; trabalhadores podem tirar dúvidas sobre saques de contas inativas do FGTS.

A assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal informou que a liminar que proibia o banco de exigir que seus funcionários no estado de São Paulo trabalhem aos sábados caiu. A proibição havia sido expedida pela juíza Ana Carolina Nogueira da Silva, da 52ª Vara do Trabalho de São Paulo.

O banco anunciou esta semana que as agências ficarão abertas nestes dias para atender trabalhadores com direito ao saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

VEJA TUDO SOBRE O SAQUE DE CONTAS INATIVAS DO FGTS

Neste primeiro sábado (18) de funcionamento das agências para tirar dúvidas, as Agências da avenida Paulista e da Sé, algumas das mais frequentadas pelos clientes, o movimento era tranquilo pela manhã.

Nelson de Souza, vice-presidente de habitação da Caixa (Foto: Pamela Kometani)

Nelson de Souza, vice-presidente de habitação da Caixa (Foto: Pamela Kometani)

“A liminar já foi suspensa. Ela determinava que os empregados não poderiam ser obrigados a vir e todos os funcionários que estão trabalhando no Brasil foram convidados aceitaram trabalhar no sábado. Nós temos muito cuidado com o empregado Caixa, pois sabemos que eles fazem o patrimônio da empresa”, disse Nelson de Souza, vice-presidente de habitação da Caixa.

A Caixa informou que mais de 1 milhão de atendimentos de consulta ao FGTS inativo foram feitos nos últimos três dias (quarta, quinta e sexta) em todo o Brasil. O site teve 60 milhões de acessos e o atendimento pelo 0800 também registrou 1 milhão de atendimentos nesse período.

Movimento da agência da Avenida Paulista na Caixa Econômica Federal é tranquilo no primeiro sábado de unidades abertas para tirar dúvidas sobre o saque de contas inativas do FGTS (Foto: Pamela Kometani)

Movimento da agência da Avenida Paulista na Caixa Econômica Federal é tranquilo no primeiro sábado de unidades abertas para tirar dúvidas sobre o saque de contas inativas do FGTS (Foto: Pamela Kometani)

Segundo Souza, os clientes vão aproveitar para tirar dúvidas, fazer alterações cadastrais e solicitar senha do cartão cidadão.

“Já tivemos uma boa demanda de atendimento na semana e esperamos no sábado um público que não tem condição de vir durante os dias úteis”, afirmou Souza.

A liminar determinava que os empregados da Caixa não seriam obrigados a fazer horas extras neste sábado (18) e nos dias 11 e 12 de março de 2017, sob pena de pagamento de R$ 5 mil por dia para cada empregado que trabalhar nestas datas. O pedido da liminar foi feito pela Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal do Estado de São Paulo (Apcef/SP).

Ainda antes de a queda da liminar, a Caixa havia informado que a decisão não impedia a abertura da agências em São Paulo, e que os empregados que trabalhariam convidados pelo banco.

Neta semana, a Caixa anunciou que 1.891 agências estarão abertas em quatro sábados: 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho. O horário de funcionamento será das 9h às 15h.

Dificuldades no atendimento

Sobre a dificuldade que algumas pessoas encontraram para consultar o saldo, Souza disse que não existe problema. Segundo ele, só estão disponíveis no site de contas inativas as de trabalhadores que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

“As outras contas que não constam nas contas inativas estão vinculadas a algum outro trabalho que esse empregado teve que ela já estão liberadas por algum outro motivo, como aposentadoria. Não existe erro”.

Um problema recorrente no site da Caixa Econômica Federal para a consulta ao saldo do FGTS está atrapalhando os trabalhadores. Muitos relataram ao G1que a consulta informa que eles não têm dinheiro depositado em contas inativas. Mas, ao buscar a informação no aplicativo do fundo de garantia ou nas agências da Caixa, localizaram valores disponíveis para o saque.

Saques do FGTS

O governo anunciou em dezembro que os trabalhadores com contas inativas do FGTS até o fim de 2015 terão direito a sacar o dinheiro. Os resgates obedecerão a um calendário de saques que terá início no dia 10 março e será encerrado no fim de julho, de acordo com o mês de aniversário. Uma conta fica inativa quando deixa de receber depósitos da empresa devido ao fim do contrato de trabalho.

Calendário de saques do FGTS (Foto: Arte/G1)

Calendário de saques do FGTS (Foto: Arte/G1)

O saque do FGTS inativo poderá ser feito pelos trabalhadores que pediram demissão ou foram mandados embora por justa causa até dezembro de 2015.

A partir de março, mais de 30 milhões de trabalhadores terão direito a retirar o dinheiro. De acordo com o governo, são mais de R$ 43 bilhões parados nessas contas e o governo calcula que, desse total, R$ 34 bilhões serão sacados por trabalhadores até 31 de julho.

O saque obedecerá a um calendário de acordo com a data de nascimento do beneficiário. Devido à liberação do dinheiro, a Caixa Econômica Federal disponibilizou o site exclusivo para informações e consultas de saldos somente das contas inativas: www.caixa.gov.br/contasinativas, e o telesserviço 0800 726 2017. O interessado pode ainda acessar as informações pelo aplicativo da Caixa, mas nesse caso aparecerão também as contas ativas do FGTS.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.