JACKSON IRONIAZA PESQUISA QUE MOSTRA ROSEANA VITORIOSA

O ex-governador Jackson Lago (PDT), candidato ao governo do Estado pela Coligação “O Povo é Maior”, reunindo PDT, PSDB e PPS, ironizou os números da pesquisa divulgada pelos veículos de comunicação do Sistema Mirante, pertencente à família Sarney, no domingo. Segundo a pesquisa, Jackson Lago aparece em segundo lugar na disputa pelo comando do Estado, com 25,8% das intenções de voto nas eleições de outubro deste ano. Roseana estaria em primeiro lugar, com 50.4% da preferência do eleitorado e Flávio Dino é apontado em terceiro lugar, com 16.8 de intenções de votos.
“Desta vez eles se excederam menos que há quatro anos, mas a população tá sentindo o que é a realidade. Pela pesquisa deles o quadro é muito melhor que há quatro anos, quando vencemos as eleições, mas as urnas vão mostrar o verdadeiro desejo do povo”, assinalou Jackson Lago. O levantamento da Escutec foi encomendado pela Gráfica Escolar, empresa editora do jornal O Estado do Maranhão, integrante do sistema de comunicação dos Sarney.
Os defensores da candidatura de Jackson Lago dizem que “a pesquisa foi realizada pela Escutec, instituto maranhense que em 2006 apontava a então candidata do PFL, Roseana Sarney, como vencedora no primeiro turno. Eles dizem ainda que os números da Escutec da eleição anterior para o governo do estado foram desmentidos nas urnas tanto no primeiro como no segundo turnos. No segundo turno a candidata acabou sendo derrotada por Jackson Lago.
Para Jackson Lago a situação da candidata Roseana Sarney na corrida eleitoral deste ano não é de supremacia em relação aos outros candidatos. Principalmente a candidatura do pedetista é a que mais vem causando inquietação no comitê da filha do senador José Sarney (PMDB-AP).
“Eles têm mostrado o mesmo desespero da eleição anterior, quando a população manifestou seu repúdio à continuidade de uma oligarquia que tem massacrado o estado há décadas. Por onde tem passado a candidata tem dito que meus votos serão anulados. Não adianta você votarem no Jackson, tem dito ela”, citou o candidato ao governo pela coligação “O Povo é Maior”
Jackson Lago mencionou como exemplo o município de Presidente Dutra, onde a candidata esteve na sexta-feira passada. Diante de uma platéia restrita, formada por cabos eleitorais remunerados, a governadora tentou incutir nas pessoas um pré-julgamento sobre a Lei da Ficha Limpa. A candidata do PMDB também responde a processo de impugnação junto à Justiça Eleitoral.
“Se vê que eles estão mais cautelosos que há quatros. A esta época eles diziam que tinham setenta e tantos por cento e eu tinha apenas dezoito. Agora eles baixaram para cinquenta e já me botam com mais de vinte”, comentou Jackson Lago após tomar conhecimento dos números.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.