Iphan e município discutem andamento do serviço de requalificação da Rua Grande

O superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary, e o Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, se reuniram nesta quarta-feira (28)  para discutir a requalificação do Centro, obra em andamento que está sendo executada pelo Iphan em parceria com o município.

Em execução, estão as obras de requalificação urbana das praças Dom Pedro II, do Panteon e Deodoro, e das alamedas Silva Maia e Gomes de Castro. No complexo Deodoro, o projeto contempla a requalificação urbana com serviços de drenagem e de tratamento sanitário, colocação de novo calçamento, mobiliários e iluminação, fiação subterrânea, dutos de passagem de fibra ótica, banheiros públicos, sinalização, acessibilidade total, entre outros serviços. A entrega das obras da Praça do Panteon está prevista para o mês de junho.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, ressaltou a importância da parceria com a Prefeitura para a realização das obras. “Estamos com várias obras em andamento e com o apoio total da Prefeitura de São Luís. Contamos, em muitas dessas reformas, com trabalhos executados pelo poder público municipal como a instalação da iluminação pública. É uma parceria muito profícua que tem trazido grandes investimentos e muitas conquistas para a nossa cidade”, pontuou.

Maurício Itapary e Edivaldo Holanda conversam sobre a previsão de entrega das obras.

No dia 8 de outubro do ano passado foi assinada a ordem de serviço para a execução de obras de requalificação urbana da Rua Grande, uma das ações contempladas pelo PAC Cidades Históricas  na capital maranhense. O valor total da obra está orçado em, aproximadamente, R$ 30 milhões e engloba a requalificação urbana da Rua Grande, no trecho entre o Largo do Carmo e Parque Urbano Santos, incluindo as Praças Deodoro e Pantheon, além das Alamedas Silva Maia e Gomes de Castro.

PAC Cidades Históricas
A obra de requalificação da Rua Grande é uma das obras do PAC Cidades Históricas, em São Luís. Também estão em execução outras oito ações, entre elas a restauração do Palácio Cristo Rei e o Palácio das Lágrimas. Já foram concluídas, pelo PAC Cidades em São Luís, as obras de Requalificação da Praça da Alegria; Restauração da Fachada de Azulejo do Sobrado da Praça João Lisboa, 37; Restauração do sobrado da Rua da Estrela, 386 – FAPEMA; e Restauração do sobrado da Rua da Estrela – Faculdade de História. Outras 31 ações também estão previstas pelo Programa na capital.

O PAC Cidades Históricas é uma linha exclusiva do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), destinada aos sítios históricos urbanos protegidos pelo Iphan. O Programa está presente em 44 cidades de 20 estados, totalizando R$1,6 bilhão em investimentos em 424 ações, objetivando a recuperação e revitalização das cidades históricas brasileiras, a restauração dos monumentos e a promoção do patrimônio cultural, com foco no desenvolvimento econômico e social e no suporte às cadeias produtivas locais.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.