Indígena é preso com 2.300 quilos de maconha em Barra do Corda

Operação conjunta realizada na manhã desta quarta-feira (11), em uma aldeia indígena resultou na prisão de sete índios, entre eles o cacique da tribo, e na apreensão de 2.300 kg de maconha, uma caminhonete SW4, cinco armas de fogo, balanças e duas prensas artesanais para prensar e embalar o entorpecente.

A ação deflagrada nesta quarta (11), é resultado de quatro meses de investigação sobre o tráfico de drogas na aldeia Felipe Boner, localizada na região do município de Genipapo dos Vieiras. Concluída as investigações o delegado titular a 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, Dr Renilto Ferreira, solicitou a justiça mandados de busca e apreensão na área, inclusive na casa do cacique Darlan Guajajara de Sousa, 36 anos, apontado como principal suspeito de ser o líder do grupo criminoso.

Após a concessão dos mandados a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegado Regional Dr Renilto  Ferreira, em operação conjunta com a Polícia Militar de Barra do Corda deu cumprimento a determinação judicial  na manhã desta quarta-feira (11), que resultou na prisão em flagrante de 07 pessoas, entre elas o cacique Darlan Guajajara de Sousa, e ainda: Jacilene Guajajara de Sousa, 43, Licinha Carvalho Guajajara de Sousa;   Laide Carvalho Guajajara de Sousa;    Erivan  de Sousa Carvalho  Guajajara, 26, Ezequiel Carlos Atanazio Guajajara, 34, Elizaldo de Sousa Carvalho Guajajara, 39. Todos responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo.⁠⁠⁠⁠
Foram apreendidos cerca de 2.300 kg de maconha ( quase duas toneladas e meia ); três veículos entre eles uma SW4 do cacique; cinco armas de fogo; duas prensas artesanais para prensar e embalar o entorpecente; balanças utilizadas nos crimes e demais objetos suspeitos.
Por Abmael Costa

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.