Hospital Macrorregional de Santa Inês promove mutirão de cirurgias e consultas

 

 

O Governo do Estado realiza, nesta sexta-feira (2), atendimento a 60 crianças durante o mutirão de consultas e cirurgias pediátricas no Hospital Macrorregional Tomás Martins, no município de Santa Inês. A ação conta com ações educativas para prevenir o câncer colorretal e atendimentos ambulatoriais. A unidade, da rede da Secretaria de Estado de Saúde (SES), é referência para os municípios das regionais de Santa Inês e Zé Doca.

Depois de triagem prévia dos pacientes cirúrgicos, as crianças passam pelos exames pré-operatórios. Na unidade hospitalar, elas participarão de atividades lúdicas na brinquedoteca e de musicoterapia, como parte da boa prática de humanização desenvolvida pelo hospital.

“Nosso objetivo é otimizar o atendimento de pacientes da pediatria, iniciar o tratamento ou encaminhar para a cirurgia em tempo hábil. Esse mutirão é algo vigente em nossa unidade, inclusive nós fazemos essas ações de 15 em 15 dias”, explicou a diretora-administrativa da unidade, Thayse Bastos.

Prevenção

A unidade promoverá, também, uma ação de conscientização voltada para a prevenção do câncer colorretal, com o médico gastroenterologista, Edvaldo Lima. O câncer colorretal é o segundo no ranking de câncer em mulheres e o terceiro em homens. Em seguida, serão iniciados os atendimentos e a triagem com exames laboratoriais e endoscopia digestiva para pelo menos 30 pacientes.

Atendimentos

Realizados em 21 e 22 de fevereiro, os mutirões de Pediatria e Urologia, por exemplo, registraram 85 atendimentos ambulatoriais e 16 cirurgias. Na oportunidade, a unidade também promoveu treinamento para transporte de pacientes, palestras e aula prática de higiene bucal. A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua.

Programação

8h – Mutirão de cirurgias e consultas pediátricasPalestra sobre saúde bucal com participação especial dos enfermeiros da alegria (UEMA)
14h – Dia de conscientização sobre o câncer colorretal com palestra e consultas com o gastroenterologista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. FONTE: GOVERNO DO ESTADO

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.