Homem faz funcionários reféns em agência dos Correios por 4 horas na Zona Leste

Um homem fez seis funcionários, três homens e três mulheres, reféns em uma agência dos Correios, na Zona Leste de São Paulo, por 4 horas. Todos os reféns foram libertados às 12h30.

Os reféns saíram com as mãos na cabeça e as mulheres choraram. O criminoso saiu abraçado com a última funcionária, utilizando-a como escudo, mas aparentemente sem apontar nenhuma arma para ela. O bandido então a soltou, virou-se de costas e, com os braços erguidos, rendeu-se. Policias dominaram o assaltante e logo entraram no prédio para verificar a área.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) liderou a negociação na agência, que fica próxima ao Cemitério da Vila Formosa. A PM informou que dois homens renderam a tesoureira da agência dos correios na casa dela e, depois, a levaram para agência. No local, os dois homens fizeram os demais funcionários reféns e um dos criminosos conseguiu fugir logo quando a PM chegou ao local.

Um primeiro pelotão do Gate ficou na entrada da agência e um segundo na retaguarda. O sniper, atirador de elite, se posicionou no telhado de casa vizinha. Um dos advogados dos bandidos também acompanhou as negociações.

Segundo informações da polícia, o grupo orquestrava o assalto e conhecia a rotina da agência.

Em nota, os Correios disseram que “o referido caso está sendo acompanhado pelos órgãos de segurança pública, no local”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.