Governo leva Carreta da Mulher Maranhense para Santa Helena, Turilândia e Turiaçu

 

 

O Governo do Maranhão segue expandindo os cuidados com a saúde da mulher em todo o estado. Com ações integradas das secretarias de Estado da Saúde (SES) e da Mulher (SEMU), os municípios maranhenses de Santa Helena, Turilândia e Turiaçu recebem atendimento na Carreta da Mulher Maranhense no mês de abril.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou que, com a Carreta da Mulher Maranhense, o Governo fortalece a rede de atendimento. “O poder público estadual tem descentralizado a assistência às mulheres. Com o objetivo de ampliar o acesso ao atendimento, temos desenvolvido ações como essa”, destacou o gestor.

Na Carreta da Mulher Maranhense, as usuárias têm a disposição exames de mamografia e preventivos (Papanicolau). O atendimento é por demanda espontânea, sem necessidade de agendamento, porém são realizadas cerca de 40 mamografias e 120 preventivos por dia. O horário de funcionamento é de 8h às 12h e de 14h às 17h.

Até quarta-feira (11), a Carreta da População Maranhense atende, em Santa Helena, na Avenida Beira Rio, no Centro. O atendimento teve início na segunda-feira (9). “Nosso objetivo é assegurar à população feminina a realização de exames para prevenção de câncer de mama e colo uterino, mesmo em localidades que não dispõe deste serviço, através da unidade móvel de saúde”, destaca a supervisora geral da carreta da SES, Nayanne Lara.

Saindo de Santa Helena, a Carreta da Mulher Maranhense segue para Turilândia, onde permanece de 12 a 14 de abril. Ela ficará estacionada na Rua Valgener Cardoso, em frente à Praça de Eventos, ao lado da Prefeitura Municipal. Já em Turiaçu, a carreta atenderá no período de 16 a 18 de abril, em local ainda a ser definido.

Para ser atendida, é necessária a apresentação do cartão do SUS, comprovante de residência e documento com foto.

Itapecuru-Mirim

Anteriormente, o serviço móvel esteve em Itapecuru-Mirim, de 22 de março a 6 deste mês, na ação preventiva, de promoção de saúde e combate aos cânceres de colo de útero e mama. A população feminina dos 14 municípios da Regional de Saúde de Itapecuru-Mirim foi beneficiada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: GOVERNO DO ESTADO

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.