Governo do Estado vai construir Iema em Paço do Lumiar

Os estudantes do município de Paço do Lumiar receberão uma unidade plena do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). Com isso, o governo dá oportunidade aos alunos do município de cursar o ensino médio, concomitante com o técnico profissionalizante, em uma escola de tempo integral, que se consolida como um novo modelo de educação no Estado.

Paço do Lumiar é uma das 23 cidades que receberão unidades do Iema até 2018. A unidade ofertará 480 vagas distribuídas entre quatro cursos. O Governo do Estado vai investir R$ 11 milhões na construção do Iema, no município.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, explicou que os cursos serão definidos após estudos do arranjo produtivo e audiências públicas onde os moradores do município poderão apresentar suas demandas.

A escola contará com laboratórios, internet, biblioteca e quadra poliesportiva. Para manter toda essa estrutura, os investimentos não são pequenos. O custo médio mensal de uma unidade plena do Iema, segundo informou o secretário, é de R$ 243 mil, perfazendo R$ 2,9 milhões ao ano.

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado pelo governador Flávio Dino em 2015 com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado, oferecendo à sociedade infraestrutura, equipamentos e pessoal para o desenvolvimento de cursos técnicos integrados ao ensino médio, respeitando as necessidades locais e as prioridades estratégicas do Maranhão.

Atualmente estão em funcionamento unidades plenas do Iema em São Luís, Bacabeira e Pindaré-Mirim e até março serão inauguradas as de São José de Ribamar, Coroatá, Timon e Axixá. As sete unidades estão ofertando mais de mil vagas.

Também serão contempladas com unidades plenas Balsas, Carutapera, Chapadinha, Coelho Neto, Colinas, Cururupu, Dom Pedro, Estreito, Imperatriz, Matões, Presidente Dutra, Santa Helena, Santa Luzia, São Mateus, São Vicente Ferrer e Vitória do Mearim. Em Presidente Dutra, Cururupu e São Vicente Ferrer as obras estão previstas para serem iniciadas no primeiro semestre deste ano.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.