Governo certifica mais 20 socioeducandos da Funac em cursos de qualificação profissional

O Governo do Estado encerrou a primeira etapa do Programa ‘Mais qualificação para o Mercado de Trabalho’ com a certificação de mais 20 adolescentes da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) nos cursos de qualificação profissional em Técnica de Vendas e Mecânica de Moto, por meio da ação intersetorial com a Secretaria de Trabalho e Economia Solidária (Setres).

A certificação foi realizada nas unidades do Centro da Juventude Cidadã (CJC) e Centro Socioeducativo da Região Tocantina (CSRT), na quarta-feira (22), em Imperatriz, com a presença da presidente da Fundação, Elisangela Cardoso; da diretora técnica Lúcia Diniz; de representantes da Setres; do Sine; da comunidade socioeducativa e participação da banda 50 Bis do Exército.

Durante a solenidade, a presidente da Fundação destacou que a profissionalização dos adolescentes é um dos pilares fundamentais para a construção de um novo projeto de vida. “Estamos felizes em oportunizar essa capacitação profissional junto com a Setres, para que os nossos adolescentes possam ressignificar suas vidas. Por isso o nosso esforço para que as ações, projetos e programas sejam realizados com o mesmo princípio em todas as unidades”, acrescentou.

“Fiquei feliz com a oportunidade de participar do curso, porque foi algo que não tive lá fora”, destacou um dos adolescentes em depoimento na solenidade. “Aprendi várias coisas e acredito ser possível me inserir no mercado de trabalho depois do cumprimento da minha medida. Quanto mais cursos vierem, melhor para nós, para que possamos nos qualificar”, concluiu.

A profissionalização é um ponto fundamental para o desenvolvimento dos adolescentes em processo de socioeducação, argumento este que é sustentado pelos gestores das unidades. “Quanto mais capacitados e focados em construir um novo caminho, maiores serão as chances de serem inseridos no mercado de trabalho e recomeçarem a vida”, afirmou a vice-diretora da unidade CJC, Claudina Cirqueira.

Certificação foi realizada nas unidades do Centro da Juventude Cidadã (CJC) e Centro Socioeducativo da Região Tocantina (CSRT). (Foto: Divulgação/Funac)

Certificação foi realizada nas unidades do Centro da Juventude Cidadã (CJC) e Centro Socioeducativo da Região Tocantina (CSRT). (Foto: Divulgação/Funac)

Resultados

No total, o Programa ‘Mais qualificação para o Mercado de Trabalho’ qualificou 80 adolescentes da Funac, sendo uma ação pioneira, com uma metodologia pensada exclusivamente para os adolescentes em cumprimento de medidas privativas e restritivas de liberdade, focada na empregabilidade.

Pela parceria, foram ofertados os cursos de qualificação em Informática, Vendas, Mecânica de Motos e Reparador de Eletroeletrônicos, por meio do Instituto Gérsyka Emmel, com aulas teóricas e atividades práticas ministradas nas próprias unidades.

“Um dos nossos desafios era oportunizar uma formação profissional sólida que permitisse ao egresso da Funac a inserção no mercado de trabalho. Foi então que pensamos junto com a equipe da Setres uma metodologia de acordo com a nossa realidade. Com o empenho de todos e as estratégias adequadas, a certificação desses 80 jovens foi possível”, comemorou a diretora técnica da Funac, Lúcia Diniz.

Para o diretor da unidade do CSRT, Reydeglan Rafael, a ação destacou a Funac como garantidora de direitos dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa e demonstrou a importância das ações realizadas na socioeducação.

As próximas etapas do Programa continuam com as oficinas sobre construção de currículo e de projeto de vida profissional, além de como se portar em uma entrevista de emprego, etapas essenciais que fortalecem o processo de formação dos adolescentes.

FONTE: GOVERNO DO ESTADO.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.