Governadores do Nordeste pedem que Temer retire Chesf de plano de privatização

Governadores dos nove Estados do Nordeste divulgaram nesta terça-feira (5) uma carta endereçada ao presidente Michel Temer em que pedem ao governo para excluir a Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco) do plano de privatização da Eletrobras.

Deixamos claro que somos contra a privatização da Eletrobras e das empresas a ela vinculadas”, diz a carta assinada por governadores de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Prédio da Chesf em Teresina (Foto: Assis Fernandes / O DIA)

Nas carta de seis páginas, os governadores pedem que a companhia seja transformada em empresa pública, vinculada ao Ministério da Integração Nacional.

Eles pedem também que se crie um grupo para unificar, em um único órgão de desenvolvimento regional, Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste), Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) e Chesf.

Pela proposta, caberia a este grupo propor um modelo de governança “transparente e blindado às ingerências políticas e partidárias”.

Ao criticar a privatização, os governadores recorrem a pronunciamento oficial da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) que estima o reajuste da conta de luz em percentuais que variam de 7% a 17%.

“É fato que membros da equipe do governo têm se esmerado em negar aumento de custo da energia para o consumidor final. As negativas, porém, não são apoiadas em informações capazes de contraditar o parecer técnico oficial da agência reguladora”, diz trecho da carta.

Os governadores dizem ainda que o Brasil não teve experiências satisfatórias com privatizações.

“Há que se considerar ainda o histórico das privatizações brasileiras que, prometendo sempre melhorar a qualidade e baratear as tarifas, costumam levar a resultados insatisfatórios, como podem verificar os clientes de operadoras de telefonia celular, extremamente deficientes”, diz o texto.

Fonte: Folhapress
Por: Daniel Carvalho

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.