Fraude Fiscal:Ministério Público de Madrid pressiona Cristiano Ronaldo

A legislação da Espanha pressiona Cristiano Ronaldo para que confesse ao Ministério Público de Madri ter cometido fraude fiscal, disse neste sábado o jornal português Expresso. Se o astro assim fizer, sua possível pena seria substancialmente reduzida “para dois anos de prisão”.

“Na prática, significa que, se confessasse, Ronaldo deixaria de se arriscar a uma pena de prisão efetiva e passaria a estar sujeito apenas a penas em suspensão (que não seriam cumpridas)”, diz a publicação em relação à denúncia do Ministério Público de que o jogador fraudou 14,7 milhões de euros de forma “consciente” e “voluntária”.

Estas acusações poderiam se traduzir em uma multa de mais de 28 milhões de euros e em uma pena de prisão “de no mínimo sete anos” para o atacante do Real Madrid, segundo o Expresso.

“Ronaldo poderia assim ser pressionado para apostar no garantido”, acrescenta o jornal, que ainda lembrou que, para isso, o jogador “deverá engolir” todas as declarações nas quais negou que tivesse cometido qualquer tipo de fraude fiscal.

Diante desta situação, a defesa do craque português “já tem a argumentação preparada”, que será baseada na máxima de que ele “não sabe, nunca soube e nem poderia saber (das fraudes)”.

Sobre esta questão, o Expresso destacou que Cristiano Ronaldo “se enfureceu com sua equipe de assessores quando soube que estava sendo investigado”.

Além disso, o jornal disse que a acusação formal pode ter mais consequências pessoais a curto prazo, já que o astro português “admite sair da Espanha e encerrar sua carreira em outro país por se sentir tratado de forma injusta pelos espanhóis e pela falta de proteção do Real Madrid” neste caso.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.