Francisca Primo lamenta assassinato de mulher em Trizidela do Vale

A deputada Francisca Primo (PT), em pronunciamento feito na sessão desta segunda-feira (28), solidarizou-se com os familiares de Silvana Lima Sousa que foi brutalmente assassinada no último final de semana, no município de Trizidela do Vale. O suspeito de ter cometido o crime é ex-marido da vítima.

Ao lamentar por mais uma crueldade cometida contra as mulheres, Francisca Primo pediu o empenho do secretário de Segurança Pública do Estado, Jefferson Portela, para que esse caso seja solucionado o mais rápido possível. Ela também se solidarizou com as mulheres do Movimento Social, de Trizidela do Vale, que estão lutando para que este crime não fique impune, como muitos outros.

“Como sei que há um empenho da Secretaria de Estado de Segurança para punir esses criminosos, peço ao secretário de Estado, Jefferson Portela, que procure, o mais breve possível, solucionar este caso, porque não pode continuar acontecendo morte de mulheres no nosso Estado”, disse Francisca  Primo.

BRs 135 e 222

Francisca Primo também lamentou as péssimas condições das BR’s 135 e 222 que estão “Uma viagem que a gente faria em quatro horas e meia, hoje fazemos em seis horas por conta das péssimas condições das estradas. O que vimos nesse feriado foram quilômetros e quilômetros de engarrafamento e, também, vários carros às margens dos acostamentos trocando pneus”, afirmou a deputada, solicitando providências do DNIT.

“Então fica aqui a nossa solicitação ao DNIT para que tome providências com a realização de serviços de tapa-buracos e recapeamento, porque está difícil de trafegar por essas estradas”, assegurou a deputada, lembrando que no ano passado foi ao DNIT, com os deputados Júnior Verde e Marco Aurélio onde solicitaram as devidas intervenções nessas estradas. “Quando voltamos de cada viagem, verificamos que as estradas estão piores. E olha que o inverno está fraco. Se tivesse realmente um inverno rigoroso estaria muito pior”, finalizou Francisca Primo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.