Flávio Dino assina convênio de R$ 7 milhões para reforma da Ceasa de Timon

 

Os investimentos públicos em setores produtivos continuam no Maranhão. Os incentivos do Governo do Estado, que em 2017 garantiram o aumento de 10% do PIB do estado segundo levantamento da Folha de São Paulo, tiveram continuidade nesta quarta-feira (14). Em solenidade que contou com a presença de feirantes de Timon, o governador Flávio Dino assinou convênio no valor de R$ 7 milhões para a histórica reforma da Ceasa do município.

“É um espaço de trabalho muito importante na cidade de Timon, são centenas de trabalhadores beneficiados e essa atividade econômica interessa aos trabalhadores, ao município e a toda a Região Leste do estado”, disse o governador.

Sobre o esforço para realização do investimento, ele comentou que se trata da “presença do Governo, da nossa determinação de ajudar a cidade a se desenvolver cada vez mais, apoiando uma atividade que é fundamental para todos”.

Ceasa

Governador Flávio Dino com feirantes de Timon. (Foto: Gilson Teixeira)

Com construção iniciada em 1993 e funcionamento efetivado em 2001, essa é a primeira grande reforma realizada na Ceasa de Timon. Atualmente, a feira é um dos maiores centros de comercialização da Região dos Cocais. São cerca de 500 comerciantes permissionários que atendem um público de aproximadamente 5 mil pessoas nos finais de semana.

“Nessa época a população de Timon era de 100 mil a 120 mil habitantes, chegamos a quase 470 mil habitantes e a Ceasa hoje é um grande núcleo”, comentou o prefeito Luciano Leitoa.

“São 500 famílias que dependem muito da Ceasa e que hoje, infelizmente, se encontram numa situação muito ruim. Tenho certeza que com o convênio assinado hoje, a Ceasa de Timon será uma das melhores do Maranhão”, completou.

Diretor do local, Luciano Barbosa destacou o compromisso de governo que começou a sair do papel.

“Há muito tempo nós esperávamos essa reforma. Há muito tempo ela foi dita, vários outros governos prometeram e quando a gente fala as pessoas nem acreditam mais. E hoje a gente vê essa possibilidade se aproximando cada vez mais, nossa esperança aumenta cada vez mais”, declarou.

Cícero Pinheiro de Oliveira é feirante há 30 anos, antes mesmo do surgimento do Centro. “Era nosso sonho. Lá é minha vida. Eu estou aqui feliz, contente porque vai melhorar a minha qualidade de venda, não só minha mas de todos”, afirmou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: governo do estado

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.