Fitness model declara seu amor a musculação tradicional e diz: “crossfit me masculiniza”

Gabriela Bayerlein é uma atleta fitness conhecida pelo Brasil e pelo mundo. A beldade, que já esteve no top five mundial de esportistas da categoria, também faz sucesso nas redes sociais levando seu estilo de vida saudável aos seus milhares de seguidores.
Na contramão da onda do momento, a atleta garante que é uma apaixonada pela musculação tradicional e até chegou a fazer algumas aulas de crossfit mas não gostou nada, nada dos resultados.
“Me realizo na musculação, mas tenho algumas questões pessoais de imagem. Por exemplo, treino oblíquo sem carga para não perder a cintura, não quero aquela cintura quadrada. E depois de algumas sessões de crossfit percebi que a minha forma estava mudando radicalmente. Minha cintura começou a sumir, meu abdômen ficando marcado e eu sempre prezei pela minha feminilidade, crossfit me masculiniza”, pontua.
Primeira atleta internacional da WBPF, Gabriela foi uma das percursoras no cenário fitness brasileiro a trabalhar um shape mais natural. “Em todas competições que participei nunca foi exigido um shape ultra musculoso, e se fosse exigido eu não participava porque sempre achei estranho. Equilíbrio é a minha palavra de cabeceira, tudo com exageros perde a essência”.
Fotos: Divulgação / M2 Mídia

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.