Fiscalização de poluição sonora é intensificada para o Carnaval

Estabelecimentos devem apresentar licença de funcionamento.

IMPERATRIZ – Para manter o sossego na noite imperatrizense, equipes da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) estarão nas ruas, entre os dias 24 e 28, com o objetivo de coibir o uso abusivo de som automotivo, das casas noturnas, igrejas ou de locais que estejam incomodando a população com o barulho excessivo.

A secretária Rosa Arruda explica que essas atividades “são de rotina e têm o objetivo de verificar se os estabelecimentos estão funcionando de forma legal, por meio da aferição de som”. Ela acrescentou, ainda, que os empreendimentos devem apresentar as condições determinadas nas licenças emitidas pela própria Secretaria, para que não sejam fechados.

Cristiano Silva é servidor público e afirma que a utilização do som deve ser em um local adequado, para não atrapalhar o sono das pessoas. “Eu não gostaria que o barulho fosse do lado da minha casa, pois incomoda minha família e meus vizinhos” , ressaltou.

De acordo com a fiscal Rita Yrla, o trabalho será desenvolvido por uma equipe de fiscais que conta com um decibelímetro, equipamento para medir o volume do som. As atividades serão acompanhas pelo coordenador de Poluição Sonora daquela pasta, Anwar Amorim.

As denúncias podem ser feitas diretamente no Sema, na Rua Rafael de Almeida, n° 600, bairro Bacuri, ao lado do Incra. Por enquanto, não há um telefone para atendimento, mas os interessados podem comparecer ao local para registrar as reclamações.

 

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.