Família compra caixão, mas depois descobre que preso está vivo

O preso foi transferido para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no centro da capital

A família de um preso no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) foi informada pelo Instituto Médico Legal de Manaus de que o rapaz uma das vítimas da rebelião ocorrida entre domingo e segunda-feira e deixou 56 mortos. Mas depois de comprarem o caixão, os parentes descobriram que o homem estava vivo e seria transferido para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no centro da capital.

O mal entendido foi desfeito na tarde desta quarta-feira, quando uma assistente social informou à família que o homem estava vivo. Os familiares se dirigiram então para o local da transferência e conseguiram ver o preso descendo do caminhão no início da noite de ontem.

Os parentes dos presos que fazem plantão em frente ao IML têm se queixado de informações desencontradas a respeito dos mortos durante a rebelião. As vítimas começaram a ser enterradas nesta quarta-feira.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.