Falta de acordo adia fim da pendência entre Felipe Melo e o Palmeiras

O Palmeiras e Felipe Melo ainda não chegaram em um acordo sobre como encerrar o vínculo. Os dois lados querem fazer uma rescisão amigável, porém precisam acertar o valor a ser pago ao jogador. A primeira reunião entre as partes acabou sem acordo, mas é possível que no próximo encontro, marcado os próximos dias, a pendência se resolva e o volante deixe o clube.

Os advogados do jogador defendem que o volante teria um valor maior a receber em comparação ao proposto pelo Palmeiras. O clube ainda deve ao atleta parcelas pela assinatura do contrato. Do total de R$ 8,4 milhões, Felipe Melo recebeu menos de R$ 2 milhões. Esse acerto é o principal entrave para finalizar antecipadamente o contrato, que é previsto para terminar em 2019.

Enquanto a indefinição persiste, Felipe Melo continua a treinar separado do restante do elenco, por decisão do técnico Cuca. O jogador tem boa relação com a diretoria e, inclusive, ganhou um dia a mais de folga no último fim de semana do que o restante do elenco. O volante, assim como os demais colegas, se reapresentam apenas nesta quarta-feira na Academia de Futebol, em São Paulo.

Felipe Melo acionou os advogados para tentar ser reintegrado ao elenco. Foram enviadas à diretoria duas notificações extrajudiciais. Uma foi para reclamar de assédio moral e a outra, para questionar o vazamento de detalhes do contrato dele em um blog de um conselheiro. Mesmo com essas investidas, a diretoria não pretende reintegrar o jogador.

Fonte: Isto É

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.