Falso médico queria se registrar no CRM do PI

A Polícia Federal do Piauí prendeu por volta das 12h desta sexta-feira (29) um rapaz suspeito de fraudar documentos para se passar por médico no Estado. Ele foi preso dentro do CRM (Conselho Regional de Medicina), no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina.
A direção do Conselho informou que o rapaz identificado como Dyego Franncis Costa Matos, 33 anos, solicitou registro junto ao CRM para atuar no Piauí. Para trabalhar no Estado, o conselho precisa expedir o documento. Ele foi por três vezes ao Conselho. Na segunda vez, entregou um documento informando que ele se formou na Universidade Regional de Blumenau, em Santa Catarina, em 10 de fevereiro de 2016, uma data errada.
A assessoria jurídica do CRM entrou em contato com a Universidade Regional de Blumenau e a faculdade informou que o diploma era falso.
O suspeito entregou ao Conselho documentos com carimbos do Ministério da Educação.3aa3093309c8d4c3302af46309a01e64

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.