Fábio Câmara é eleito presidente do PMDB e se lança candidato a prefeito

O vereador Fábiofabio-câmara-e-joão-alberto-2 Câmara foi eleito, na manhã desta quinta-feira (28), presidente da Executiva Municipal do PMDB em São Luís, e aproveitou o ato para se apresentar como pré-candidato a sucessor do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Segundo ele, a eleição de 2018, para governador e deputados, passa pelo resultado do pleito deste ano, por isto está convencido de que sairá vitorioso, caso o partido ratifique sua candidatura, já que deve enfrentar as pretensões também de André Campos (eleito vice-presidente) e da deputada estadual Andrea Murad.

A eleição de Fábio Câmara foi prestigiada por algumas das maiores lideranças peemdebistas do Maranhão, dentre elas o senador João Alberto de Souza, o deputado federal João Marcelo, o suplente de senador Lobão Filho, e o presidente em exercício do diretório estadual, Remi Ribeiro. Impossibilitada de participar da eleição, porque está em São Paulo acompanhando o pai, senador José Sarney, que se recupera de um acidente doméstico (quebrou uma das clavículas), falou pelo telefone, em viva voz, e anunciou que estará presente na campanha não apenas de São Luís, mas de diversos municípios onde o PMDB e partidos aliados estiverem na disputa.

O senador João Alberto se encarregou de esclarecer o processo, descartando qualquer divisão na legenda. Segundo ele, com a transferência do domicílio eleitoral do deputado Roberto Costa, que deverá ser candidato a prefeito de Bacabal, o cargo ficou vago e num entendimento dos dirigentes ficou acertado que o melhor nome para comandar o PMDB da capital seria do vereador Fábio Câmara, que hoje é um dos mais destacados membros da Câmara Municipal.

Fábio Câmara lembrou sua trajetória de vida, dizendo que entrou no PMDB como zelador (“foi a única assinatura em minha carteira de trabalho”), depois tornou-se militante e se credenciou a ser vereador, tendo sido um dos mais votados em 2012. Ele recordou ainda que quando saiu do seu povoado Croatá, em Cajari, pediu para a mãe não se mudar para tão longe, ficar na sede do município, mas esta teria lhe dito que “Cajari não vai ter dar o que São Luís tem reservado para ti”, por isto sente-se motivado a se tornar prefeito da cidade que o acolheu.

Indagado por que está trocando uma reeleição certa de vereador por um desafio maior, que é o de disputar a eleição majortária, Fábio Câmara diz que maior aventura vive a população de São Luís, onde são mais de 700 assaltos a ônibus por ano e mais de mil assassinatos com os registrados em 2015. “Estes sim (os moradores da cidade) vivem uma grande aventura”, disse ele, prometendo, se eleito, diminuir esse índice de violência com medidas que estão ao alcance do prefeito, mas que infelizmente hoje não são aplicadas.

Sobre suas chances de vitória, o vereador disse que “se o povo encampar a minha luta, como eu já encampei a dele, serei o vencedor”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.