Explosão mata pelo menos 57 pessoas no Afeganistão

O secretário-geral da ONU, Fernando Guterrez, condenou com veemência o ataque ocorrido este domingo (22) num centro de registro de eleitores em Cabul, no Afeganistão.

Agências de notícias indicam que pelo menos 57 pessoas teriam perdido a vida no ato, que teria sido reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

Impacto

Entre as vítimas do atentado estariam 21 mulheres e cinco crianças que morreram com o impacto da explosão. De acordo com agências de notícias, pelo menos 119 pessoas ficaram feridas no incidente.

Em nota emitida pelo seu porta-voz, António Guterres destaca que os responsáveis pelo ataque devem ser rapidamente levados à justiça.

Para o chefe da ONU, “não se deve deixar que eles continuem a impedir os cidadãos afegãos de cumprir o seu direito constitucional de participar nas próximas eleições”.

Eleições Legislativas

De acordo com o calendário eleitoral, o recenseamento iniciado este mês é parte do processo que deve levar às eleições legislativas previstas para outubro.

Guterres termina a nota manifestando condolências às famílias das vítimas,  rápida recuperação aos feridos e solidariedade ao governo e ao povo do Afeganistão.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.