Evento homenageia centenário de nascimento de Josué Montello

 

VII Semana Montelliana acontece entre os dias 21 a 25 de agosto

 

 

Entre os dias 21 a 25 de agosto, a Casa de Cultura Josué Montello na Rua das Hortas em São Luís sediará a VII Semana Montelliana, que faz parte, este ano, da programação alusiva ao Centenário de Nascimento de Josué Montello. A programação do evento é gratuita e aberta ao público interessado, sem necessidade de inscrição.

 

A solenidade de abertura da VII Semana Montelliana / Centenário de Nascimento de Josué Montello acontece na próxima segunda-feira (21) às 17h, com a palestra magna “Por Quem Tocam os Tambores de São Luís”, a ser proferida pelo ilustre imortal da Academia Brasileira de Letras e amigo pessoal  de Montello, Arnaldo Niskier (RJ).

 

Exposições fotográficas, lançamento de livros, cordel e teatro, visitas guiadas, lançamento de selo comemorativo e outras palestras alusivas à obra desse grande escritor completam a programação diária da Semana Montelliana, com atividades diárias pela manhã e pela tarde, na Casa de Cultura Josué Montello até a sexta – feira (25.08). Entre os palestrantes convidados que falarão sobre o autor estão os escritores Aldy Mello de Araújo, Reginaldo de Jesus (SE) e José Neres.

 

Um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos, o maranhense Josué Montello, completaria 100 anos se estivesse vivo. Jornalista, professor, romancista, cronista, ensaísta, historiador, orador teatrólogo e memorialista, ele nasceu em São Luis em 21 de agosto de 1917. Do Maranhão levou as raízes e suas grandes referências; mas foi um cidadão e um escritor do mundo. Residiu no Rio de Janeiro e passou temporadas como convidado em países como Espanha, Portugal e Perú e na França. Foi Embaixador do Brasil  junto à UNESCO em Paris e o segundo mais jovem imortal da Academia Brasileira de Letras (ocupou a cadeira de número 29, fundada por Arthur Azevedo e que tem como patrono Martins Pena). Foi membro da Academia Maranhense de Letras desde 19848 e sócio honorário do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão.

 

Montello se considerava, acima de tudo, um homem das letras e disse uma vez que: “tudo o que fiz, consegui realmente debruçado sobre o papel”.  Seu legado literário é dos mais importantes e respeitados, e que soma mais de 160 obras em vários gêneros  – romances, ensaios, crônicas, história, discursos, analogias, educação, novelas, teatro, biblioteconomia, literatura infantil e juvenil, memórias, prefácios, edições para cegos e cinema.

 

É considerado um clássico de nossa literatura, com muitos livros traduzidos no exterior, bem como versões cinematográficas de duas de suas novelas. Falecido em março de 2006, Josué Montello será revisitado e homenageado como merece de 21 a 25.08; e tendo como palco a Casa de Cultura Josué Montello na Rua das Hortas, local que abriga grande parte do acervo do escritor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: MA10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.