Estudantes da UFMA reclamam da falta de estrutura no prédio de odontologia

Por volta das 7h, desta quinta-feira (03), estudantes de odontologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) iniciaram um protesto pela falta de estrutura no prédio do curso. Um grupo de 150 estudantes pretende passar o dia no local até que alguma autoridade preste esclarecimentos sobre reparos na estrutura do prédio.

Estudantes reclamam do atual prédio, que se encontra sucateado, com equipamentos danificados. No local, faltam materiais de consumo e estrutura.

De acordo com Winnie Rocha, as condições fornecidas são inadequadas. “Reivindicamos condições para o atendimento clínico a população. Equipamentos não funcionam, nem mesmo a manutenção destes. Além do funcionamento do novo prédio do curso que foi entregue em 2015, porém até hoje se encontra inabitado”, explicou a estudante.

Segundo os manifestantes, um documento será encaminhado ao Ministério Público Federal registrando uma denúncia contra as condições atuais.

Em nota, a Universidade Federal do Maranhão afirmou que 90% dos problemas de goteiras no novo prédio do curso de Odontologia já foram solucionados e que já foi feita a instalação de 18 aparelhos de ar condicionado, a limpeza completa dos três pavimentos e trabalhos de pintura na área interna.

Segundo a instituição, também estão no cronograma a instalação de tubulações necessárias para o ligamento de compressores que permitirão a ativação dos equipamentos do prédio novo.

“Durante essa semana, também estão sendo feitos reparos no telhado da sede administrativa e da Clínica do Curso de Odontologia. Foi executado também um empenho em favor da empresa vencedora de licitação para manutenção dos equipamentos do curso e da Clínica, cuja cópia foi disponibilizada. A Universidade também informa que a empresa vencedora já realiza levantamento dos materiais para manutenção, a fim de que os serviços sejam executados imediatamente”, continua a nota.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.