Em protesto, bancos não funcionam hoje

Trabalhadores protestam contra as reformas que estão sendo promovidas pelo Governo Federal

 

SÃO LUÍS- As agências bancárias de São Luís ficarão fechadas nesta sexta-feira, 30. Os trabalhadores decidiram aderir à paralisação geral que acontece hoje em todo o Brasil em que diversas categorias mais uma vez se posicionam contra a lei de terceirização e contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Os bancários devem se concentrar principalmente na Praça Deodoro, no centro da cidade, onde farão atos públicos. Outras categorias também devem se mobilizar. Urbanitários; servidores federais e estaduais; além de professores também devem aderir ao movimento.

Mobilização

As centrais sindicais estão organizando a manifestação em todo o Brasil e convocando os trabalhadores para fazerem as mobilizações. O objetivo das atividades é barrar o avanço de reformas que, segundo a análise dos dirigentes, atingem em cheio os direitos dos trabalhadores, sobretudo as reformas trabalhista e da previdência e, fará o país retroceder décadas em relação aos direitos sociais.

Categorias como os professores da rede pública estadual, bancários, vigilantes, petroleiros, motoristas e cobradores de ônibus, metalúrgicos, entre várias outras já confirmaram que vão cruzar os braços durante a manifestação desta sexta. Já os sindicatos que representam a classe empresarial não devem aderir ao movimento.

Mais

A última greve geral aconteceu no dia 28 de abril e também foi convocada pelas centrais sindicas como Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Força Sindical, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), CSP Conlutas e Força Sindical. Em São Luís, na ocasião, os protestos foram realizados na Praça Deodoro, Barragem do Bacanga e na BR-135.

 

 

 

 

FONTE: IMIRANTE.COM

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.