Editora Abril vai pagar 300 mil a Camila Pitanga por publicação indevida

A 11ª Câmara Cível do Rio condenou a Editora Abril a pagar R$ 300 Mil por publicação de foto retirada de filme com cenas de nudez e publicação na revista ‘Playboy’ fora do conteúdo artístico. As imagens foram retiradas do filme “Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios”, onde a atriz interpretava Lavínia, e publicadas em dezembro de 2012.

Na sentença, a indenização foi feita para compensar qualquer dano moral ou algum lucro obtido pela venda da imagem. “(…)  não se pode ignorar a necessidade de se impor uma pena ao causador do dano moral, para não passar impune a infração e, assim, estimular novas agressões. A indenização funcionará também como uma espécie de pena privada em benefício da vítima”, desembargador Cláudio de Melo Tavares.

No processo, Camila Pitanga alegou usurpação, já que ela sempre negou convites ds ‘Playboy’ para posar nua e foi divulgado o nome junto a imagem da atriz, fora do contexto artístico do filme na qual as fotos foram tiradas. Procurados, representantes do Grupo Abril não foram localizados para comentar a decisão. A atriz Camila Pitanga também não comentou a sentença

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.