Derrotado em “grandes testes”, Palmeiras prega calma para evoluir

O Palmeiras perdeu apenas três dos 12 jogos disputados nesta temporada, todos contra equipes da Série A do Campeonato Brasileiro. O Verdão foi derrotado por Ponte Preta e Corinthians (ambos por 1 a 0) e pelo Santos (2 a 1). Além disso, a equipe alcançou a marca de 10 clássicos sem vitórias. Ainda assim, a palavra de ordem no elenco é tranquilidade.

Oswaldo de Oliveira não quer que os jogadores desanimem por conta das derrotas em clássicos. O Verdão vinha de seis vitórias consecutivas antes de enfrentar o time de Santos, e o jogo era tratado como um bom teste para este início de temporada. Da mesma maneira que pregou calma após triunfos sobre equipes menores, o comandante quer dar maior rodagem ao elenco antes de qualquer julgamento.

– Nossa equipe não jogou jogos suficientes desse tamanho para conseguir manter isso. Exercitamos pelo treinamento, mas o jogo tem uma exigência maior também – analisou o técnico.

O sentimento no elenco é o mesmo. Uma das figuras mais experientes do grupo, o goleiro Fernando Prass destacou a importância de analisar o trabalho em todas as partidas para que a cobrança continue existindo e os jogadores se mantenham motivados para a sequência do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil.

– Temos de analisar como um todo. Claro que é importante vencer jogos grandes, mas fizemos jogos iguais contra Corinthians e Santos. Precisamos aprender e melhorar. Enquanto não ganharmos 10 de 10 jogos temos de melhorar e vamos nos cobrar por isso – afirmou.

Desde que o presidente Paulo Nobre assumiu o comando Palmeiras, no início de 2013, a equipe venceu apenas um de 15 clássicos disputados: 2 a 0 sobre o São Paulo, em fevereiro do ano passado. São oito derrotas e seis empates. O próximo rival a ser enfrentado é justamente o Tricolor, no dia 25 de março, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.