Defesa de Lula pede suspensão de Moro após foto com Doria

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu, nesta terça-feira (22), que o juiz Sérgio Moro seja afastado do caso sobre a reforma no sítio de Atibaia, após o magistrado aparecer em uma foto ao lado do candidato ao governo do estado de São Paulo, João Doria (PSDB).

Segundo os advogados de Lula, Moro teve uma conduta “incompatível com a imparcialidade e a independência que se esperam de quem deverá julgar esta causa criminal”, ao participar de um evento com o ex-prefeito de SP.

O juiz federal compareceu à cerimônia de entrega do prêmio “Personalidade do Ano”, entregue na Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em Nova York, em 16 de maio. Após a premiação, posou para fotos ao lado do antigo presidente dos EUA Bill Clinton e Doria. De acordo com o PT, a defesa também questiona o fato de o evento ter sido apoiado pela Petrobras, empresa que é palco dos casos julgados por Moro. O próprio juiz será responsável por decidir se vai ou não reconhecer a suspeição. Em resposta positiva, ação será remetida para análises no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Os advogados também pedem que Moro preste depoimentos sobre os custos do evento.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.