Decretada prisão preventiva de suspeitos capturados em operação no Quebra Pote

 

 

 

Os suspeitos de integrarem organização criminosa que envolve PMs tiveram as prisões em flagrante convertidas em prisões preventivas.

 

 

 

Os oito suspeitos de integrarem organização criminosa presos em Operação Policial no Quebra Pote na última quinta-feira (22)tiveram suas prisões preventivas decretadas em audiência de custódia realizada na tarde desta segunda-feira (26). O juiz da 1ª Vara Criminal de São Luís, Ronaldo Maciel, converteu as prisões em flagrante dos oito suspeitos, entre eles policiais militares, em prisões preventivas. A operação realizada na comunidade Arraial, no Quebra Pote, revelou esquema de contrabando de armas, bebidas e cigarros.

O delegado Tiago Bardal, ex-superintendente de estadual de Investigações Criminais, foi exonerado do cargo por suspeita de envolvimento com a organização criminosa e teve o pedido de prisão preventiva  solicitado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Maranhão durante a sexta-feira (23).  Em relação à situação do delegado, a audiência de custódia realizada na tarde de hoje não apresentou novidades. Tiago Bardal segue à disposição do Poder Judiciário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: MA10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.