Cyrela fecha acordo com moradores do Jardins Toscana e Provence

 

 

Durante reunião realizada nesta quinta-feira (22), um representante da empresa Cyrela afirmou que será emitida uma nota com pedido de desculpa aos consumidores afetados pelas irregularidades em prédios da construtora.

Estiveram presentes no momento a promotora de Justiça de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, e os síndicos dos condomínios Pleno, Vitória, Jardins de Toscana e Provence.

Entre 2694 proprietários dos apartamentos em prédios da empresa, 662 deles são dos condomínios Jardins Toscana e Provence, que conseguiram fechar um acordo para recebimento dos valores da evacuação e indenização coletiva por danos morais.

As construtoras Cyrela Brasil Realty S.A, Oxaca Incorporadora LTDA e Cybra de Investimento Imobiliário LTDA têm até 15 dias para efetuar os depósitos.

Irregularidades

As investigações do MPMA, baseadas em denúncias de moradores e em relatórios de vistorias realizadas Defesa Civil de São Luís, Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação, Corpo de Bombeiros e Conselho Regional de Engenharia, constataram diversos vícios de construção que comprometeram a estrutura dos prédios. Foram encontrados problemas nos sistemas de proteção contra descarga elétrica, combate a incêndio, abastecimento de água e fornecimento de gás, nas instalações elétricas, além de rachaduras e infiltrações em pilares e paredes do condomínio.

O inquérito civil do MPMA referente ao Jardim Toscana foi aberto em 7 julho de 2017 e o relativo do Jardim de Provence em 7 de agosto do mesmo ano. Ao longo das investigações, foram relatados vazamentos no sistema de gás, sinistro em caixa de água que provocou alagamento, queda constante de pastilhas do revestimento, água poluída com presença de sal, barro e algas, entre outros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: ma10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.