Comemorações e pancadarias na final Moto e Sampaio

O Moto foi campeão maranhense e logo após o apito final do jogo, a torcida invadiu o gramado do Castelão. O que era para ser somente festa teve trechos de violência, com integrantes da comissão técnica e jogadores do Sampaio fugindo para o vestiário, além de bombas de efeito moral lançadas pela polícia.

Se pelo lado do Moto, os jogadores apenas comemoraram, do lado do Sampaio, atletas tiveram que evitar confrontos com a torcida rival. Foram o caso dos atacantes Edgar e Henrique, este último revelado pelo Rubro-Negro e trocou de camisa em 2015, durante o segundo semestre.Para impedir que a violência aumentasse, a polícia entrou em ação com gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral. Antes da comemoração pela conquista do título do Moto, o saldo foram vidros de vestiários quebrados, além de algumas cadeiras danificadas no Castelão.Com a situação controlada, a torcida do Moto voltou a se unir com o time para comemorar a conquista do Campeonato Maranhense. Abraçado pelos torcedores é que o goleiro Rodrigo Ramos e o elenco Rubro-Negro ergueu a taça de campeão maranhense. moto_JnRt0vy

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.