Comandante do Estado Islâmico teria sido morto pelos EUA, diz TV

 

Imagem divulgada pelo meio de comunicação jihadista  al-Itisam em junho de 2014 mostra membros do Estado Islâmico, incluindo o líder militar Abu Omar al-Shishani em um local desconhecido entre a província iraquiana Nínive e a cidade síria de al-Hasakah (Foto: Al-Itisam Media/HO/via AFP)Imagem divulgada pelo meio de comunicação jihadista al-Itisam em junho de 2014 mostra membros do Estado Islâmico, incluindo o líder militar Abu Omar al-Shishani em um local desconhecido entre a província iraquiana Nínive e a cidade síria de al-Hasakah (Foto: Al-Itisam Media/HO/via AFP)

Os EUA tentam determinar se o líder do Estado Islâmico Abu Omar al-Shishani foi morto em um bombardeio aéreo recente do qual ele era o alvo, afirmou a CNN, citando vários oficiais americanos anônimos.

 

ESTADO ISLÂMICO
O que está por trás do grupo radical

A agência Reuters também confirmou a informação com fontes do exército.

Segundo a CNN, o bombardeio ocorreu na sexta-feira (4) perto da cidade síria de al-Shaddadi. Segundo oficiais americanos, al-Shishani teria o papel correspondente a um “ministro da guerra” da organização terrorista.

Nascido na Geórgia com o nome de Tarkhan Batirashvili, al-Shishani aparece com frequência em fotos e vídeos do Estado Islâmico e é conhecido como o “jihadista de barba ruiva”.

Ele é considerado um dos líderes mais capazes da organização terrorista e acusado de controlar uma prisão do EI no reduto de Raqa, onde ficam muitos reféns estrangeiros.

Os EUA ofereciam uma recompensa de US$ 5 milhões por informações sobre seu paradeiro.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.