Com Porto São Luís, Maranhão ganha competitividade e oportunidades de novos negócios

 

 

abertura de novos negócios no Maranhão. Com obras iniciadas essa semana, o Porto São Luís ocupará uma área de 200 hectares, que agrega ao Complexo Portuário do estado seis berços, ponte de acesso, acesso rodoferroviário e ferroviário e praticamente dobra a atual capacidade de movimentação de cargas do Porto Itaqui.

Só em 2017, o porto público maranhense atingiu a marca de 19,1 milhões de toneladas de cargas movimentadas, um crescimento de 13% em relação a 2016. De acordo com o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Ted Lago, o novo terminal é um incentivo para o desenvolvimento do estado.

Folha de São Paulo destaca construção do Porto São Luís, que deve gerar 5 mil empregos. (Foto: Karlos Geromy)

“É um avanço para o desenvolvimento econômico, com oportunidades de negócios e geração de emprego para o estado, e, ao mesmo tempo, é complementar ao Porto do Itaqui neste momento de expansão, principalmente na movimentação de grãos e de granéis líquidos”, explicou o presidente.

O investimento privado é da ordem de 1,7 bilhões e tem participação majoritário da gigante chinesa da área de infraestrutura e construção Communications Construction Company (CCCC) an América, e participação da brasileira WPR, de São Paulo e Lyo Capital Partners. No empreendimento serão 5 mil empregos diretos criados.

Além dos empregos para a população local e ampliação da capacidade, o novo porto traz novas possibilidades, como a de troca de tecnologias e atração de outros investimentos, como afirmou Ted Lago

“Um novo porto é uma oportunidade de troca de experiências e de novas tecnologias. Hoje o Porto do Itaqui possui uma relação extremamente produtiva com os terminais que integram o Complexo, tanto com o terminal da Vale, quanto com o da Alumar”.

“Nós mantemos um diálogo permanente e temos uma visão integrada no sentido de atrair investimentos para movimentar a economia e o desenvolvimento do Maranhão”, completou.

A construção do Porto São Luís faz parte da politica de atração de investimentos desenvolvida desde 2015 por Flávio Dino. (Foto: Karlos Geromy)

Itaqui

E os investimentos também são públicos. Em 2017, foram R$ 58 milhões em obras e instalações, reformas, melhorias e manutenção no Porto do Itaqui. O total investido desde 2015 chega a R$ 161 milhões.

Números que contribuem com os recordes acumulados ultimamente, como o crescimento de 24% em receitas operacionais em 2017, recordes históricos na exportação de milho (194%) e soja (60%) e na importação de fertilizante (18%), entre outros.

“Estamos investindo no Porto Público do Itaqui para fortalecer nossa competitividade e de todo o Complexo Portuário do Maranhão como a melhor alternativa para escoamento de produtos, principalmente agrícolas, do Corredor Centro Norte do Brasil”, afirmou Ted Lago.

E um novo berço, o 108, está prestes a ser entregue: “Estamos entregando um novo berço para movimentação de combustíveis e estão previstos novos berços nos próximos três anos”, completou.

Com a entrega do novo berço, a capacidade de movimentação de granéis líquidos do Porto do Itaqui deve aumentar 40%.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:governo do estado

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.